Unidos de Asa Branca

0

O que era apenas um grupo de jovens, acabou virando uma quadrilha junina. O surgimento da “Unidos de Asa Branca” se deu no âmbito de uma igreja e ganhou os palcos do Brasil. Conhecida pela qualidade técnica, o grupo não tinha, de início, a intenção de se tornar competitivo mas, com a entrada de José Eloy Filho, este quadro mudou.

 

A partir de então, a “Unidos de Asa Branca” começou a conquistar prêmios em diversas competições. Graças ao incentivador da mudança, hoje o grupo carrega títulos como bi-campeão da Rua São João, campeão sergipano, vice-campeão sergipano, entre outros. Foi a partir deste ponto, que o grupo escolheu representar, como temática, a história da evolução das quadrilhas juninas.

 

Hoje, a Unidos possui 48 componentes entre 16 e 38 anos. Em 2005, ela decidiu abordar como tema a cultura sergipana. Apesar do grande amor às raízes, a falta de apoio continua sendo um grande empecilho para a manutenção do grupo. Para driblar a situação, a solução encontrada foi a criação de um grupo cultural cujo objetivo é explorar o ciclo junino no Estado.

 

O grupo funciona independente da quadrilha, mas ambos se apresentam, durante todo o ano, em hotéis, convenções e outros eventos. O lucro retirado destas apresentações é capaz de custear boa parte dos R$ 28 mil necessários para os gastos com roupas, músicos e outras despesas.

 

Quem quiser conhecer melhor o trabalho da Unidos de Asa Branca, a dica é dar uma passada na Praça do Conjunto Leite Neto e ver de perto a apresentação do grupo. 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais