Vila Chapéu de Couro terá forró até o final de julho

0

Reunindo a imprensa, trade turístico, autoridades e empresários sergipanos para um café da manhã, a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) apresentou a programação oficial da Vila Chapéu de Couro. Realizado com sucesso no ano passado, o projeto acontecerá no período de 10 de junho a 30 de julho, na praça de eventos da Orla da Atalaia.

Pedrinho Valadares apresentou as novidades do projeto

Segundo o secretário de Turismo Pedrinho Valadares, a intenção não é apenas repetir o êxito da edição anterior, e sim, desenvolver um projeto que possa superar a expectativa do público. “Queremos transformar a Vila num verdadeiro cartão-postal para os turistas que visitam Aracaju nesse período. Para isso teremos 50 dias de muita festa, com uma excelente infra-estrutura”, declarou o secretário, acrescentando que a cidade cenográfica já começa a ser montada nos próximos dias. “O espaço terá basicamente a mesma estrutura do ano anterior. Faremos apenas alguns ajustes para melhor atender o público. Os sergipanos e turistas terão toda a tradição do forró pé-de-serra, quadrilhas juninas, grupos folclóricos e comidas típicas”.

De acordo com dados da Setur, cerca de 110 grupos foram contratados para os 50 dias de forró, sendo que a grande maioria são trios de “pé-de-serra”. “No total, mais de 370 artistas terão voz e vez na Vila Chapéu de Couro. Teremos 97% de atrações exclusivamente sergipanas”, contabiliza Pedrinho Valadares.

Reforçando o profissionalismo do evento, o secretário destacou que a empresa contratada para organiza-lo já possui tradição e credibilidade nessa área. “Fizemos questão de trazer profissionais conceituados para a execução do projeto, por isso fomos buscar em Pernambuco o grupo que é responsável por eventos como o São João de Caruaru, a Paixão de Cristo e os festejos juninos em Campina Grande. É uma empresa que já realiza grandes festas há mais de 10 anos, ou seja, possui um grande respaldo”, afirmou.

Com um custo inicial previsto de R$ 900 mil, o Governo do Estado pretende dividir com parceiros da iniciativa privada o valor total da festa. Votorantim, Sebrae, Setransp e Banco Rural são alguns dos parceiros. “Estamos em busca de novos investidores”, acrescentou o secretário.
Artistas sergipanos terão prioridade


PROGRAMAÇÃO – No dia 10 de junho, a abertura da Vila Chapéu de Couro acontece às 19 horas, com o trio Brasas Nordestino. Logo em seguida, o público acompanha a apresentação da Quadrilha Maracangaia, campeã do concurso da Vila no ano passado. Depois, até o amanhecer do dia, estão programadas as apresentações de Amorosa, Clemilda, além das bandas Cintura Fina e Cavaleiros do Forró.

Os dias 11 e 12 de junho também serão recheados de atrações. Além das Quadrilhas Chapéu de Couro e Unidos em Asa Branca, acontecem também os shows de Nando Cordel, Rogério, Banda Mel com Terra, XoteBaião, Frank Aguiar e Cavalo de Pau. Já no dia 13, ocorre a missa em homenagem a Santo Antônio, seguido de apresentações de trios de forró.

Nos demais dias, até o final de julho, estão previstas apresentações e o concurso de quadrilhas juninas, grupos folclóricos, a volta da Ópera do Milho e o grupo de Bacamarteiros, que será homenageado este ano como um dos principais atrativos da Vila Chapéu de Couro.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais