13º salário injeta R$ 585 milhões na economia de SE

0

A economia sergipana deverá receber um grande incremento com o pagamento do 13° salário até o final do ano. A primeira parcela do benefício começa a ser paga no final deste mês de novembro e de acordo com dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) o valor corresponde a R$ 585 milhões. Esse montante representa em torno de 3,0% do PIB estadual.

O número de pessoas no Estado que receberá o décimo terceiro foi estimado em 587.738 mil, o correspondente a 0,84% do total que terá acesso ao beneficio no Brasil. Em relação à região Nordeste, esse percentual é de 4,02%.

O valor médio nacional a ser pago a título de 13º foi estimado em R$ 1.150, cerca de 4% acima do calculado em 2008. Em Sergipe a média do valor que será recebido pelos trabalhadores é de R$ 925,09, a maior do Nordeste. Para o economista do Dieese, Luiz Moura, esse dinheiro extra, deverá ser utilizado em sua maior parte para pagar dívidas.

“Parece incoerência, mas isso não deixa de permitir que a pessoa realize o consumo. Na maioria dos casos ela quer tirar o nome do SPC e SERASA o que o habilita a fazer novas compras”, explica Moura.

Comentários