Acese classifica como retrocesso a volta da CPMF

0

Sadí Paulo Castiel
O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese), Sadí Paulo Castiel Gitz, está muito preocupado com o fato de estar havendo, entre muitos dos novos governadores eleitos, a tentativa de aproveitar a legitimidade dos resultados das urnas para rapidamente aplicar um novo aumento de impostos.  Em nota oficial, o presidente da Acese disse que o Estado, mais uma vez, se serve da sociedade quando deveria ser o contrário. Confira a íntegra da nota:

“A Acese luta pelo caminho do corte de gastos supérfulos, da modernização de gestão e menos apadrinhamento político. A  entidade vai liderar uma mobilização para fazer pressão junto aos parlamentares do Estado de Sergipe no Congresso Nacional contra a reedição do imposto sobre o cheque.

O argumento é muito simples: não podemos onerar mais o trabalhador que já é sacrificado pagando em impostos o correspondente a cinco meses de salário e o empresário que luta para manter a competitividade de suas empresas para gerar novos empregos e renda”.


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais