Ademi cria campanha para fomentar negócios imobiliários

0
Ademi/SE lança a campanha“Imóvel: nossa moeda mais forte” (Foto: divulgação)

A Associação dos Dirigentes das Empresas do Mercado Imobiliário de Sergipe – Ademi-SE – está lançando a campanha “Imóvel: nossa moeda mais forte”. O objetivo é mostrar aos sergipanos que investir em imóveis continua sendo um ótimo negócio e uma forma segura de proteger seu patrimônio em tempos de adversidades econômicas.

Para tanto, conta com as construtoras associadas, que estão se mobilizando, a fim de mostrar aos sergipanos as vantagens de investir na compra de um imóvel nesse momento de dificuldades na economia.  A empresas participantes são AC Engenharia, Celi, Cosil, Constren, Cohab Premium Imobiliária, Empe, Impacto, Jotanunes, Nassal, Norcon Rossi, Primasa, Tecnoconsult, União e Santa Maria.

“De fato, o momento é de desaceleração econômica, e há muita gente com receio de investir. No entanto, as oportunidades do mercado imobiliário continuam sendo as mais seguras. Afinal, imóveis não perdem o valor e são para sempre. Além disso, é uma garantia para o futuro da família”, argumenta Mário Nunes, presidente da Ademi-SE.

Vale destacar que o que comprova a segurança de quem investe em bons imóveis é a valorização ao longo do tempo. Afinal, é possível morar ou alugar e o imóvel sempre será rentável. Diante dessa análise, observa-se que o momento atual pode ser mais do que apropriado para a compra de imóveis, tanto para o investidor quanto para quem quer realizar o sonho do imóvel próprio. É exatamente isso que a campanha da Ademi-SE busca esclarecer.

Aliás, esse é o momento de levar em consideração três palavras essenciais tanto para as construtoras quanto para os clientes quando se trata de propostas: estudar, analisar, negociar. O objetivo, no entanto, é um só: possibilitar para o cliente a realização do anseio dele, através da concretização do melhor negócio. “Quem souber aproveitar o momento para investir, pode sair ganhando – e muito”, reforça Mário Nunes.

A campanha sugere que o recomendável, então, é: se a pessoa tem capital disponível e quer fazer um negócio seguro, essa é a melhor hora para investir em imóveis. Afinal, é nos momentos mais difíceis que as pessoas pensam no futuro, na família e no próprio bolso. Assim, comprando um imóvel, é possível proteger tudo isso de uma vez. Mas é necessário aproveitar as melhores oportunidades agora, pois a tendência é que, em breve, o mercado se recupere e as condições mudem.

Destaque, inclusive, que a expectativa é de que o mercado imobiliário brasileiro voltará a se aquecer em 2016. E ele tem um potencial enorme. Por exemplo: atualmente, no Brasil, a relação do crédito imobiliário sobre o Produto Interno Bruto (PIB) está em torno de 8%, enquanto em outros países como Estados Unidos é de 68% e o Chile – um exemplo mais próximo da realidade brasileira – é de 20%. Sem contar o déficit de mais de 5 milhões de habitações. Tudo isso mostra o quanto o mercado imobiliário tem espaço para crescer. Mais: ressalta como o imóvel é, sim, nossa moeda mais forte.

Ciente de todas essas vantagens e das boas expectativas quanto ao mercado, a Ademi/SE acredita que mobilizar e unir ainda mais as construtoras a partir desta campanha, além do trabalho, da dedicação e da determinação delas, será possível superar as adversidades e promover não apenas mais moradias, mas, também, mais desenvolvimento para o País. Afinal, imóvel é uma moeda forte que contribui expressivamente para o aquecimento da economia. Por isso, não deixe para amanhã o bom negócio que você pode fazer hoje.

Fonte: Ademi

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais