Agricultores de assentamentos promovem feira

0

Foto: Divulgação
Acostumado ao trabalho em feiras livres realizadas no município de Porto da Folha, um grupo, composto por 19 agricultores de cinco assentamentos da região, decidiu se organizar e buscar um espaço diferenciado, especialmente destinado à venda de produtos agroecológicos.

“A maioria já trabalhava na feira tradicional daqui da cidade. Mas era sempre difícil arrumar um ponto para vender. Então, como a gente já produzia alimentos agroecológicos, no começo do ano tivemos a idéia de nos juntarmos para pedir apoio e tentar encontrar um espaço para os nossos produtos”, contou a agricultora Maria das Neves dos Santos Silva, de 43 anos, assentada no projeto Ilha do Ouro, em Porto da Folha.

Apoiados por técnicos do projeto Dom Helder Câmara e da Prefeitura Municipal de Porto da Folha, os agricultores conquistaram seu espaço e criaram há cinco meses a “Feira de Produtos da Nossa Terra”. No local, situado próximo a uma das entradas da cidade, toda segunda-feira, são comercializados a preços populares 40 produtos diferentes, entre frutas, legumes e verduras. Todos produzidos sem o uso de defensivos agrícolas.

Uma iniciativa que vem garantindo renda aos trabalhadores e ajudando a criar uma nova cultura alimentar para alguns consumidores da região. “Claro que existe muita dificuldade. A maioria ainda não sabe o que é um alimento agroecológico e qual a diferença entre ele e os outros. Mas algumas pessoas já descobriram nossa feira e preferem comer alimentos produzidos sem veneno”, analisou o agricultor Francisco Antonio Lima, de 41 anos, morador do assentamento José Unaldo e um dos líderes do grupo de feirantes.

Com informações do Incra

Comentários