Agricultores participam da Quarta-Feira Verde

0
"Quarta-Feira Verde" é novo canal de escoamento para irrigantes da Cohidro (Foto: Ascom/Cohidro)

Assistidos pelo Perímetro Irrigado Jacarecica II (Pejac II), da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro), irrigantes de Riachuelo tem novo canal para escoar a produção, a Quarta-Feira Verde. Organizada pela Prefeitura desde 28 de agosto, a Feira está em sua quarta edição e contempla, exclusivamente, agricultores do município, incentivando a comercialização dos alimentos cultivados por eles, no Mercado Municipal da Cidade semanalmente, das 17h às 22h.

O Pejac II tem sua área abrangendo os municípios de Malhador, Areia Branca e Riachuelo, neste contempla – com a água de irrigação – os povoamentos Colônia Penha e Assentamento Cerqueiro. É graças a irrigação, fornecida através da barragem da Cohidro no Rio Jacarecica e também pela assistência técnica fornecida pela Companhia, que os agricultores das duas localidades têm a capacidade de cultivar a gama de alimentos que agora atendem a Feira semanal, promovida pela administração municipal.

Alface, macaxeira, banana, batata-doce, quiabo, coco verde, milho verde, abóbora, amendoim, cebolinha, coentro, maxixe, maracujá, ovos, pimenta de cheiro, inhame. A variedade de produtos oferecidos, pelos 40 produtores cadastrados pela Prefeitura Feira, é grande. Um deles é Everaldo Melo, irrigante da Cohidro e presidente da Associação dos Pequenos Produtores da Colônia Penha. Participando desde a primeira edição, ele acredita que a iniciativa venha melhorar a situação dos agricultores do município que antes não tinham uma forma de vender seus produtos diretamente ao consumidor.

“Esperamos que venha melhorar, pois é uma oportunidade de comercializarmos os produtos, se livrando dos atravessadores que só lucravam com nosso trabalho”, disse Everaldo, um dos que inovaram na Feira ao levar a sua macaxeira já descascada e embalada, agregando valor ao produto que agora, graças ao novo canal de venda, elimina intermediários e chega ao consumidor com preços mais atrativos.

É o mesmo exemplo da agricultora Valdirene dos Santos, do Assentamento Cerqueiro, que vende seus produtos diretamente ao consumidor na Feira, com preços abaixo do encontrado no comércio e ainda sai lucrando. “Eu agora só vendo aqui, pois se não é aqui, só podemos vender para o ‘caminhão’ que vai lá buscar, por um preço bem mais baixo do que este” esclarece a produtora assistida pela Cohidro que tinha em sua banca, como diferencial em relação aos outros feirantes, o inhame e o amendoim.

A Quarta-Feira Verde disponibilizou não só o espaço para o comércio direto dos produtos agrícolas, mas também é um emprenho da Secretaria de Assistência Social e Trabalho que fornece transporte, treinamento e uniforme aos feirantes. A assistente social da Prefeitura, que acompanha o projeto, Adilma Silva dos Santos, explica que o objetivo principal é a geração de renda para os pequenos produtores.

“A secretária de Assistência Social, Miraci Correia, identificou esta potencialidade de trabalhar em prol da autonomia financeira dos produtores de Riachuelo. De forma que potencializando a capacidade desses produtores, de oferecer seus produtos diretamente ao consumidor na feira, nós promovemos a geração de renda. Além de ir buscar com o nosso transporte os agricultores, nós da Prefeitura damos suporte de limpeza e organização das bancas”, esclareceu a assistente social.

Adilma dos Santos ainda disse que pretende partir para a divulgação da Feira nas redes sociais, já que o número de agricultores está satisfatório para atender ainda mais consumidores, embora a sua Secretaria queira aumentar o tamanho do Evento, cadastrando ainda mais produtores para ter maior quantidade e variedade de produtos. “Até agora só divulgamos com carro de som pela cidade, partiremos para outros meios pensando até em potenciais clientes de fora de Riachuelo. A qualidade e o preço dos produtos serão o grande atrativo”, finalizou a técnica da Prefeitura.

Projeto PAIS e orgânicos

Maria Terezinha Albuquerque, coordenador do PAIS (Produção de Alimentos Integrada e Sustentável) na Cohidro, explica que embora não estejam certificados, alguns produtores do Pejac II, presentes com suas bancas na Quarta-Feira Verde, optam por cultivos onde é cada vez mais ausente o uso de defensivos químicos.  Ela acompanha os produtores do perímetro e orienta o processo de transição do cultivo convencional para o orgânico, na agricultura familiar de Riachuelo.

“Eles ainda não tem selo de orgânicos e ainda estão se organizando para montar uma Organização de Controle Social (OCS), que os certifiquem para vender, direto ao consumidor, produtos agrícolas orgânicos, mas graças ao modelo de produção do Pais, cresce o número de produtores que abdicam do agrotóxico, usando métodos alternativos de combate de pragas e doenças e esses produtos podemos ver aqui nesta Feira, vendidos como produtos convencionais”, esclareceu  a técnica da Cohidro que acredita que em breve a nova Feira de Riachuelo também tenha espaço para uma sessão agroecológica.

Exemplo do que disse Terezinha é o irrigante José dos Santos Gomes, da Colônia Penha. Ele recebeu seu kit do PAIS a cerca de 3 meses e já disponibiliza sua alface americana na Feira, dentre outras hortaliças que cultiva no modelo de produção agroecológico fornecido pelo Sebrae, abastecido pela água fornecida pela Cohidro. “Eu já produzia a acerola e a banana irrigadas no Perímetro. Agora com o PAIS tenho mais variedades para trazer para a Feira. Estou aqui desde a primeira edição e tudo que eu trago vendo. Os clientes, além da qualidade dos produtos, gostam muito do nosso preço”.

O PAIS é um método de produção que integra a agricultura com a avicultura. Sendo que esta última fornece adubação orgânica às plantas, que tem seus restos culturais usados também para alimentar esses pequenos animais.  Optante do PAIS a mais tempo, João Bosco Soares planta milho, abóbora, maracujá, banana, pimenta de cheiro, maxixe no sistema, que ainda lhe fornece os ovos das galinhas.

João Bosco trouxe todos estes itens para comercializar na Feira de Riachuelo, onde garante que tem venda certa. Incentivado a produzir cada vez mais em seu lote no Pejac II, ele aprovou a ideia da Administração Municipal. “Achei uma maravilha a iniciativa da Prefeitura, que está nos dando a oportunidade de tanto produzir como de escoar nossa produção. Viemos com o carro da Prefeitura, sem custos com transporte. A clientela está satisfatória, tudo que trago acaba vendendo”.

Uma das incentivadoras do projeto é a presidente do Sindicato Rural de Riachuelo e vereadora municipal, Carmem Lúcia Alves da Costa. Agricultora no Assentamento Cerqueiro, junto do seu esposo e presidente da Associação dos Pequenos Agricultores do Cerqueiro da Barragem Jacarecica II (APACBJ2), José Roberto de Jesus Santos, ela procura conscientizar os demais produtores para participar da Feira, fornecendo orientação da forma correta de oferecer os alimentos aos clientes.

“Tanto o Sindicato como a APACBJ2, entra com o papel de cadastrar os agricultores e os orienta quanto a melhor forma de aproveitar essa oportunidade dada pela realização da Feira”, conta a Carmem que está em busca de parcerias público e privadas, para estruturar mais ainda a Feira, com equipamentos ea possibilidade de fornecer treinamento aos agricultores, além da intenção de levá-los para vender – diretamente ao consumidor – também fora do Município.

Mardoqueu Bodano, presidente da Cohidro, vê com bons olhos a iniciativa da Prefeitura Municipal de Riachuelo, que promove a comercialização do que é produzido no Pejac II. “Parabenizo a prefeita Cândida Leite e sua equipe de governo por criara Feira. Está sendo um complemento ao apoio que o Governo do Estado dá ao irrigante e que funcionará em perfeita sinergia. Não há como produzir com excelência, como acontece nos perímetros, sem a irrigação, mas também não há como garantir retorno financeiro satisfatório sem que sejam fornecidos meios de aproximar, o pequeno produtor, do consumidor, eliminando intermediários”.

Fonte: Cohidro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais