Alta ocupação dos hotéis no feriadão não se reflete no mês

0

Hotéis estão lotados durante o feriado(Fotos: Portal Infonet)
O feriadão de Nossa Senhora Aparecida fez aumentar o movimentado nos hotéis da cidade, a taxa de ocupação está próxima do máximo. Muitos turistas da região sudeste e principalmente do nordeste aproveitaram para passar alguns dias na capital Sergipana. No Hotel Parque dos Coqueiros, por exemplo, a taxa de ocupação é de 96%. Mesmo assim o superintendente Humberto Travaina não comemora e diz que os feriadões são uma exceção.

“Este ano está sendo o pior dos últimos oito anos, falta uma maior divulgação do nosso Estado em outras regiões, pois só temos tido um bom desempenho no feriadão”, afirma.

Humberto afirma que lotação nos feriados não reflete o restante do ano
Humberto conta que o turismo de eventos hoje é o principal filão do mercado hoteleiro no Estado. “Também temos o turismo de lazer que é por temporada e o turismo de negócios que é sempre constante e representa entre 20% e 30% dos hóspedes”, comenta.

O superintendente afirma que o ideal é que o turismo de eventos cubra a baixa estação. “Este ano como é um ano de eleições, não temos tido muitos eventos principalmente no segundo semestre, onde tivemos um movimento muito baixo. Para se ter uma idéia, a média dos filiados da ABIH foi de 46% em agosto, a pior dos últimos cinco anos. Já em setembro foi 62%, o que ainda é ruim, não é a média dos últimos três anos que era acima de 70%. A previsão de outubro é de 68%, embora nos feriadões como este estejamos com 96%”, acrescenta.

Edvanilson conta que está sempre alerta para ajudar os hóspedes
Apesar do pessimismo de alguns hoteleiros, o casal paulista João Marcus e Daiane de Jesus mostra que o nome do Estado está bem falado lá fora. Eles estão vindo pela primeira vez a Aracaju. “Já tínhamos ouvido falar sobre as belezas aqui da cidade, então aproveitamos a folga no trabalho para vir descansar e recarregar as energias, estamos gostando muito”, fala Marcus.

E para receber os clientes que desejam aproveitar o lazer, os hotéis se mostram preparados, inclusive com o guarda-vidas que garante a segurança na piscina. Segundo o guarda-vidas Edvanilson Nascimento do Hotel Mércure, o local não pode ficar sem alguém que supervisione em nenhum momento. “Estou preparado para qualquer problema, fico aqui diariamente seis dias por semana e na minha folga, um folguista me substitui”, revela.

Por Bruno Antunes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais