Ambulantes do Forró Caju aguardam decisão do MPE

0
Os ambulantes aguararam do lado de fora até a entrada no Ministério Público (Fotos: Portal Infonet)

Os vendedores ambulantes que pretendem comercializar durante o Forró Caju aguardam na porta do Ministério Público uma resposta em relação ao pleito de poderem trabalhar dentro do espaço da festa. O fato foi mostrado pelo Portal Infonet na última segunda-feira,13, quando a promotora de justiça Mônica Hardman, da Promotoria dos Serviços de Relevância Pública, recebeu os representantes dos vendedores e os reuniu com o empresário Téo Santana, vencedor do chamamento público realizado pela PMA para realizar o Forró Caju, e o secretário municipal de comunicação.

De acordo com a responsável pela Associação dos Vendedores Ambulantes e Usuários de Espaços públicos (Avaueps), Maria Jilvânia dos Santos, os ambulantes aguardam uma decisão favorável para que possam comercializar na área.

“Aqui estão comerciantes, que não são contemplados pelas vagas da Emsurb, e que precisam trabalhar. São vendedores de drinks, lanches e cervejas. O empresário abriu vaga para 71 pessoas pagando R$50 e mais R$2,50 para cada dúzia de cerveja vendida. Essas pessoas vão trabalhar lá dentro da festa com o isopor vendendo cerveja, porém nós não queremos trabalhar para o empresário, nós queremos trabalhar para nós mesmos”, reforça Jilvânia.

"Em relação ao cadastramento da Emsurb que começa hoje, lá só cadastra vendores de balas e outros produtos menores", explica.

Os ambulantes voltam a cobrar uma decisão em relação ao trabalho dentro da festa

Jilvânia afirma que aguarda decisão favorável em relação a comercialização

No primeiro momento os ambulantes chegaram a aguardar na porta do Ministério Público e alguns disseram que estavam impedidos de entrar. “Nós chegamos aqui e recebemos a informação de que não poderíamos entrar porque o caso já estava em outra promotoria. E ficamos aguardando do lado de fora”, diz Solange Maria Duarte.

Sobre o impedimento na entrada do Ministério Público, a equipe do Portal Infonet entrou em contato com a assessoria de comunicação que explicou que os ambulantes foram recebidos pela tenente Márcio e que foram orientados a aguardar na entrada até que fosse definida a promotoria que iria receber os vendedores.

Segundo a assessoria do MPE, os vendedores estão sendo recebidos neste momento pelos promotores de justiça da promotoria do Patrimônio Público Henrique Cardoso e Bruno Melo.

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais