Aracaju apresenta queda na cesta básica em 2,26%

0
Queda foi em comparação a julho e ficou em R$ 370,70 (Foto: Arquivo Infonet)

A cesta básica de Aracaju teve uma queda de preços em relação a Julho de -2,26%, e o custo passou a ser R$ 370,70. No ano de 2016, a alta acumulada foi de 21,24%. A constatação é da pesquisa nacional da cesta básica de alimentos, realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Segundo o levantamento, a cesta mais cara foi a de São Paulo (R$ 475,11) e, em seguida, a de porto alegre (R$ 474,34) e Florianópolis (R$ 457,11). A queda foi a segunda menor entre as capitais pesquisadas, onde os menores valores médios foram observados em natal (R$ 365,46) e Aracaju (R$ 370,70).

Em agosto, o leite teve seu preço majorado em 15,40%, seguido do arroz agulhinha (5,83%), manteiga (5,35%), café em pó (4,89%), açúcar (3,97%), farinha (3,33%), óleo de soja (1,94), pão francês (0,47%). Foram observadas reduções nos valores dos seguintes itens: feijão carioquinha (-14,19%), tomate (-9,06%), carne bovina de primeira (-2,68%), banana (-0,80%).

O trabalhador aracajuano, cuja remuneração equivale ao salário mínimo, necessitou cumprir jornada de trabalho, em agosto, de 92 horas e 41 minutos, menor que o tempo necessário em julho, de 94 horas e 49 minutos.

Em agosto de 2016, o custo da cesta em Aracaju comprometeu 445,79% do salário mínimo líquido (após os descontos previdenciários). Em julho, o percentual exigido era de 46,85%.

Fonte: DIEESE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais