Aracaju sediará maior feira da pesca e aquicultura de SE, AL e BA

Expo Pesca & Aquicultura será realizada de 13 a 16 de setembro, na capital sergipana, sendo o último dia, 16, destinado à visita técnica ao laboratório da Codevasf, em Neópolis.

Sergipe é o 4° maior produtor de camarão do Brasil, e o crescimento do volume produzido tem sido constante. A área da piscicultura também tem obtido resultados expressivos com a criação de tilápia. Porém, toda essa potência precisa ganhar ainda mais força, como por exemplo, a realização do beneficiamento desses produtos para que possam ser adquiridos em larga escala pelo setor industrial.

Debater o  cenário da pesca e da aquicultura em Sergipe e nos estados de Alagoas e Bahia, na região conhecida como SEALBA; mostrar as potencialidades que possuem, as perspectivas de crescimento, e como elas estão em comparação com o restante do país; e o que é necessário fazer para que alcancem índices muito satisfatórios, são os objetivos da Expo Pesca & Aquicultura 2023, uma realização da Câmara Empresarial da Pesca e Aquicultura, Instituto Fecomércio e Grupo Êxito.

O evento será realizado no Centro de Convenções AM Malls Sergipe, em Aracaju, no período de 13 a 16 de setembro, sendo que as ações, exposições e debates acontecerão de 13 a 15, e no dia 16 haverá visita técnica ao laboratório da Codevasf, em Neópolis, para conhecer os estudos sobre o camarão pitu e o trabalho de repovoamento da espécie no rio São Francisco.

A abertura oficial será realizada no dia 13, às 8h30, com a presença de autoridades locais, como o governador Fábio Mitidieri, e o Vice-governador e secretário de estado da Educação, Zezinho Sobral, que proferirá a palestra “A inclusão do camarão na merenda escolar”.

A estimativa dos organizadores da Expo Pesca & Aquicultura é de que cerca de cinco mil pessoas compareçam ao evento ao longo dos três dias. A feira está no segundo ano de realização, mas já foi consolidada como o maior encontro de negócios da cadeia produtiva do setor pesqueiro, e uma grande fonte de oportunidade para gerar excelentes negócios, parcerias e network.

Também será palco para importantes discussões da academia sobre os temas ligados à pesca e aquicultura. Esses motivos, associados à grande procura de empresas e órgãos institucionais para participarem como expositores, fizeram com que a organização mudasse o local de realização para o Centro de Convenções.

Fortalecimento do setor

Outro objetivo do evento, de acordo com o Gestor de Pesca e Administrador, Humberto Eng, é fortalecer o setor em Sergipe para que todo o ciclo produtivo do pescado seja realizado localmente, e comercializado além divisas e fronteiras. Eng é um dos idealizadores da Expo Pesca, e coordenador da Câmara Empresarial da Pesca e Aquicultura Fecomércio/SE.

De acordo com Humberto Eng, a pesca artesanal, que é muito forte em Sergipe, possui fatores positivos no arrasto do camarão, mas é preciso, cada vez mais, beneficiar esse produto para dar a ele valor agregado, para que as comunidades pesqueiras que vivem desse atividade possam ter melhores remunerações e, consequentemente, condições de vida.

“A importância da pesca e da aquicultura para o estado de Sergipe está muito ligada ao fato de darem dignidade às comunidades pesqueiras, e força para o setor econômico. Temos grande potencial para ajudarmos na segurança alimentar do nosso povo, e para darmos um grande salto no crescimento da nossa balança comercial”, discorreu Humberto Eng.

Por que tratar a região SEALBA?

Quando questionado sobre o motivo de realizar um evento envolvendo três estados nordestinos, o coordenador da Câmara Empresarial do Pescado, Humberto Eng, explicou que foram levados em consideração importantes fatores, como as características e irmandade dos estados de Sergipe, Alagoas e Bahia; o ciclo de reprodução do camarão marinho dessas três regiões, ao ponto de estar sendo pleiteada a unificação do defeso do camarão na região SEALBA.

“Sergipe, Alagoas e Bahia têm grandes características nos quesitos produção de camarão e piscicultura, então, resolver as questões seria muito mais fácil com a junção desses estados”, frisou Humberto Eng. Durante a Expo Pesca & Aquicultura haverá palestras, mesas redondas, rodadas de negócios, exposições e apresentações de produtos, empresas e entidades públicas ligadas à cadeia produtiva da pesca e aquicultura.

Entre os temas que serão debatidos estão: camarão na merenda escolar; potencial econômico e social da pesca artesanal; sanidade na aquicultura; nutrição e manejo de organismos aquáticos; legislação ambiental e repovoamento do caranguejo-uçá e do camarão pitu pela Bahia Pesca e UFAL/Codevasf, além de outros. Estão confirmadas as presenças de membros do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), das universidades federais de Alagoas (UFAL) e de Sergipe (UFS), da Embrapa, e dos governos de Sergipe, Alagoas e Bahia.

Inscrições para a Expo Pesca

A entrada e a participação na Expo Pesca & Aquicultura são totalmente gratuitas, porém é necessário que o interessado em conhecer mais sobre esse vasto mundo pesqueiro realize a inscrição através do link disponibilizado na bio do Instagram @expopesca.sealba

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais