Aracaju teve reajuste de 7,79% na cesta básica

0

O conjunto dos gêneros alimentícios registrou alta em 17 das 18 capitais onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) realiza a pesquisa da cesta básica de alimentos. As maiores elevações foram apuradas em Salvador (11,71%), Aracaju (7,79%), Goiânia (7,48%) e Brasília (7,26%). Manaus foi a única cidade onde foi observada retração (-0,89%).

Em 12 meses – entre fevereiro de 2014 e janeiro último – também houve aumento acumulado do preço da cesta em 17 capitais, com destaque para Aracaju (23,65%), Goiânia (18,22%) e Brasília (16,28%). Manaus também foi a exceção no período, com queda nos preços (-1,66%).

O maior custo da cesta, em janeiro, foi apurado em São Paulo (r$ 371,22), seguido de porto alegre (r$ 361,11) e florianópolis (r$ 360,64). Os menores valores médios foram observados em aracaju (r$ 264,84), natal (r$ 277,56) e joão pessoa (r$ 278,73).

Com base no total apurado para a cesta mais cara, a de são paulo, e levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, o dieese estima mensalmente o valor do salário mínimo necessário.

Em janeiro de 2015, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a r$ 3.118,62, 3,96 vezes maior do que o mínimo de r$ 788,00, que entrou em vigor em 1º de janeiro, conforme definição do governo federal. Em dezembro de 2014, o mínimo necessário era menor, equivalendo a r$ 2.975,55, ou 4,11 vezes o piso então vigente, de r$ 724,00. Em janeiro de 2014, o valor necessário para atender às despesas de uma família chegava a r$ 2.748,22, 3,80 vezes o salário mínimo então em vigor (r$ 724,00).

Fonte: Ascom DIEESE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais