Aracaju teve redução de 0,06% no valor da cesta básica

0
Foto: Portal Infonet

A cidade de Aracaju foi uma das quatro capitais que registrou retração no valor da cesta básica de alimentos. A pesquisa dos valores do conjunto dos gêneros alimentícios é feita pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). Das 18 capitais onde é realizada a pesquisa 14 registraram alta e quatro apresentaram pequena diminuição o valor.

As maiores elevações foram apuradas em Natal (4,36%), Salvador ( 4,17%), João Pessoa (2,69%) e São Paulo (2,06%). As retrações foram registradas em Porto Alegre (-2,02%), Campo Grande (-0,96%), Florianópolis (-0,24%) e Aracaju (-0,06%).

O maior custo da cesta, em fevereiro, foi apurado em São Paulo (R$ 378,86), seguido de Florianópolis (R$ 359,76) e Rio de Janeiro (R$ 357,27). Os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 264,67), João pessoa (R$ 286,22) e Natal (R$ 289,65).

Em 12 meses, entre março de 2014 e fevereiro último, o preço da cesta acumulou aumento em 18 capitais, com destaque para Brasília (20,48%), Salvador (18,60%), Goiânia (18,28%), Aracaju (17,33%), São paulo (16,45%) e Curitiba (16,41%). As menores altas aconteceram nas capitais no norte: Manaus (2,95%) e Belém (5,36%). Nos dois primeiros meses de 2015, todas as cidades acumulam aumentos que variaram entre 16,37%, em Salvador, e 0,18%, em Manaus.

Com informações do DIEESE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais