Ativos do Banese crescem 23,4% em 12 meses e alcançam R$ 6,8 bi

0
Captações atingem R$ 5,9 bi (+23,6%) e aplicações financeiras chegam a R$ 3,3 bi (+46,5%) (Foto: Luís Mendonça)

O Banese registrou um crescimento de 23,4% nos seus ‘ativos totais’ nos últimos 12 meses, chegando a R$ 6,8 bilhões em recursos financeiros e econômicos que são administrados pela empresa. A marca faz parte do Relatório de Resultados Anual divulgado ao mercado nessa sexta-feira, 26, pelo banco. O documento traz outros números significativos da comparação entre o acumulado do período de 12 meses encerrado no quarto trimestre de 2020 (4T20):

• Patrimônio líquido somou R$ 487,8 milhões (+12,4%);
• Captações totais atingiram R$ 5,9 bilhões (+23,6%);
• Operações de crédito totalizaram R$ 2,7 bilhões (+0,4%); e
• Lucro líquido de R$ 54,3 milhões (-35%)

O aumento dos ativos totais e do patrimônio líquido demonstra que o Banese vem fortalecendo seus negócios e se tornando mais sustentável para os acionistas e para a sociedade.

Alta de 2 dígitos percentuais em aplicações, patrimônio e captações

Na análise da composição dos R$ 6,8 bilhões em ‘ativos totais’ que o Banese aferiu ao fim do 4T20, as ‘aplicações financeiras’ se destacam com um crescimento de 46,5% nos últimos 12 meses. Houve um crescimento dessas operações devido à elevação do volume financeiro captado e do montante disponível em tesouraria, assim como a leve expansão da carteira de crédito.

As ‘captações’ de recursos alcançaram R$ 5,9 bilhões, um acréscimo de 23,6% em 12 meses, reflexo do crescimento de 27,7% dos depósitos de poupança (R$ 407,4 milhões), de 31,2% dos depósitos a prazo (R$ 348 milhões) e de 36% dos depósitos à vista (R$ 277 milhões).

O ‘patrimônio líquido’ do Banese variou positivamente em 12,4% no período de 12 meses, o que é consequência da incorporação à reserva de lucros do resultado do período.

O lucro líquido acumulado em 2020 foi de R$ 54,3 milhões, 35% inferior ao registrado em 2019, tendo sido impactado pela redução da taxa básica de juros da economia, pelas restrições impostas pela pandemia da Covid-19 e por eventos não recorrentes, como o Plano de Estímulo à Aposentadoria-PEA. No 4T20 o lucro líquido foi de R$ 19,8 milhões, 120% acima do resultado do 3T20.

Adaptação e novas oportunidades

Segundo o relatório, o resultado alcançado em 2020, e em especial no último trimestre, mostra aos clientes e acionistas do Banese que o modelo de negócios adotado possibilitou a adaptação pelo banco ao cenário adverso e gerou novas oportunidades, com destaque para a disponibilização de linhas de crédito em condições especiais, ofertas exclusivas de renegociação de dívidas, assistência domiciliar gratuita, novas funcionalidades no aplicativo Banese e no internet banking, disponibilização de cursos de capacitação através do ‘Projeto Capacitar-SE’, entre outras inovações.

O documento lembra que o Banese promoveu inúmeras ações no decorrer do ano de 2020 para amenizar os infortúnios gerados pela pandemia do coronavírus. O texto reforça que o banco focou no cuidado com os seus clientes e empregados – com destaque para a doação de R$ 5,3 milhões, destinados à compra de materiais e ao auxílio no combate à propagação do coronavírus – e intensificou seu compromisso como agente de desenvolvimento, seguindo todas as orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde), Ministério da Saúde e Governo.

A base de clientes do Banese atingiu um total de 881.449 correntistas e poupadores no ano de 2020, compreendendo 849.690 clientes Pessoa Física e 31.759 clientes Pessoa Jurídica. O foco nos canais digitais assegura comodidade para os clientes e mais agilidade diante de um amplo portfólio de produtos e serviços. O banco também vem investindo em ações e programas com propósito de desenvolver os seus colaboradores, elevar o desempenho e o engajamento das equipes, bem como promover a inovação e oportunidades de crescimento.

Fonte: Ascom Banese

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais