Auditores fiscais cruzam os braços a partir do sábado, 7

0
Greve por tempo indeterminado foi definida em assembleia da categoria (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Auditores fiscais decidiram em assembleia geral na tarde desta terça-feira, 3, no auditório do sindicato da categoria, cruzar os braços por tempo indeterminado a partir do próximo sábado, 7. E também a entrega de todos os cargos de chefia ao secretário da Fazenda, Jeferson Passos. A categoria luta pelo Plano de Cargos, Salários e Vencimentos (PCCV) e por melhores condições de trabalho.

Além da greve, a categoria definiu a realização de um ato público na sexta-feira, 6 , na porta da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz). “O ato está marcado para às 8h da próxima sexta-feira, quando iremos formalizar a entrega de todos os cargos ocupados por auditores técnicos de tributos nível I”, destaca o presidente do Sindifisco, Paulo Pedroza.

A categoria está realizando uma agenda de protestos e de mobilização para defender a implementação do novo Plano de Carreira para o Fisco. “O secretário negou qualquer possibilidade de alteração no Plano de Carreira que possibilite repor as perdas inflacionárias. Nem mesmo com a saída do limite prudencial imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, Jeferson Passos acena com a reposição inflacionária para o Fisco, que hoje acumula em cerca de 20%, no período de 2012 até hoje”, lamenta.

Governo

Em recente entrevista ao Portal Infonet, o assessor e Comunicação Social do Governo de Sergipe, Sales Neto, informou que “Superávit na verdade são os recursos dos convênios firmados e que estão na conta do Governo, mas que somente podem ser usados para os objetos desses convênios. Não se pode mexer nesse dinheiro para pagar a folha de pessoal e com isso, esse superávit não existe”.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais