Bancários em greve fazem assembléia esta quarta

0

A greve dos bancários em Sergipe continua por tempo indeterminado no Banco do Estado de Sergipe (Banese), na Caixa Econômica Federal e  no Banco do Nordeste, mas acabou no Banco do Brasil e  bancos privados. O percentual de reajuste reivindicado pela categoria é de 10%, mas só foi oferecido inicialmente 4,5% e depois 6%. Nesta quarta-feira, 14, tem assembleia, às 17h, na sede do Sindicato dos Bancários, para avaliar as novas propostas apresentadas pelos bancos.

“A continuidade da greve se deu pelo não atendimento das reivindicações específicas, que são feitas banco a banco. Não é possível discussão específica na mesa geral, da mesma forma que não é possível negociação geral em mesa específica”, explicou José Souza, presidente do Sindicato dos Bancários de Sergipe – SEEB/SE.

Os bancários do BB e dos bancos privados decidiram aceitar a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de reajuste salarial de 6% e aumento na Participação nos Lucros e Resultados (PLR) para a categoria, e retornaram ao trabalho. Sendo que, na negociação específica do BB, os bancários receberam 3% a mais no salário base.

Na Caixa Econômica, continuam paradas 20 das 21 agências existentes no Estado; no Banco do Nordeste, continuam paralisadas as mesmas 14 agências do início da greve, no dia 24 de setembro. No Banese, das 15 agências que estavam paradas na última sexta-feira, 9, apenas três estão de forma parcial.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais