Banese projeta crescimento para 2009

0

Foto: Janaína Santos (ASN)
O Banco do Estado de Sergipe (Banese) deverá alcançar um lucro líquido de R$ 20 milhões no primeiro semestre de 2009, segundo informações do presidente da instituição, João Andrade. De acordo com ele, apesar da crise financeira internacional o banco está projetando para o primeiro semestre de 2009 um resultado um pouco maior do que os R$ 18 milhões de lucro que estão previstos para este segundo semestre de 2008.

“Apesar das expectativas de desaquecimento da economia e diminuição dos negócios trazidas pela crise, nós temos um banco público com crédito, com um caixa com excelente liquidez, o que permite que possamos injetar recursos na economia de Sergipe para proporcionar a continuidade do crescimento econômico do nosso Estado”, disse João Andrade na abertura do Encontro de Gestores promovido pelo Banese no último sábado, 29, em Aracaju. O evento serviu para elaborar as principais metas da instituição para o próximo ano.

Durante o encontro, que reuniu os principais executivos do Banese, João Andrade fez uma análise do desempenho do banco no decorrer deste ano e garantiu: “Nós temos condições de superar a crise em Sergipe. A nossa expectativa é de aumentar a captação do banco no próximo semestre em torno de R$ 250 milhões e com esses recursos poderemos disponibilizar mais R$ 200 milhões sob a forma de crédito para a economia sergipana”.

O Encontro de Gestores do Banese reuniu durante todo o sábado toda a diretoria executiva do banco, além dos gerentes das 61 agências da instituição existentes em todo o Estado. Os participantes do evento, após a explanação inicial do presidente João Andrade, dividiram-se em seis grupos para projetar as principais metas do banco para 2009. No final do encontro, os líderes dos grupos discutiram as propostas de cada um com a diretoria executiva e chegaram a um consenso sobre as metas e o trabalho que deve ser feito para alcançá-las.

Fonte: ASN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais