Bloqueio de celulares gera polêmica entre consumidores

0

Winston explica que operadoras devem informar aos clientas sobre o bloqueio
O bloqueio de aparelhos celulares é tema bastante discutido por toda a população. Limitados a uma única operadora, usuários dizem sentir seus direitos violados, pois estão sendo privados da livre escolha. Mas quais são os limites entre o direito da empresa e o do consumidor? Bloquear aparelhos é crime?

 

De acordo com o advogado Winston Neil, as operadoras têm total liberdade para determinar de que forma querem vender seus aparelhos, mas essa informação deve ser passada ao cliente da forma mais clara possível. “O bloqueio não constitui crime, desde que as operadoras informem ao consumidor que vendem os celulares com tal restrição. Ciente disso, cabe ao cliente decidir se quer ou não efetivar a sua compra. No entanto, o que ocorre é justamente a omissão de algumas operadoras, que vendem seus aparelhos com base nas promoções, não fornecendo ao cliente as informações necessárias e, portanto, infringindo a lei. Neste caso, o bloqueio é crime e o consumidor tem todo o direito de desistir da compra ou ter seu aparelho desbloqueado”, diz Winston.

 

Alessandra teve suas atividades comprometidas e desbloqueou o aparelho
Foi o que aconteceu com a secretária Alessandra Batista. Ela comprou um celular e a operadora não lhe informou que apenas vendia aparelhos bloqueados. “Viajei para outro Estado e precisei usar outro chip, mas não funcionou. Por conta disso, meu trabalho ficou comprometido. Assim que voltei para Aracaju, procurei logo uma loja para desbloquear e resolvi o problema”, disse ela.

 

A procura pelas lojas de desbloqueio tem sido bastante significativa, uma vez que visa à liberdade de escolha do consumidor. “Com o desbloqueio, as pessoas podem escolher a qual operadora querem estar filiadas e não ficam obrigadas a aceitar a imposição da empresa”, explica Danilo Bastos, técnico especialista em desbloqueio de celulares.

 

Diante da insatisfação de tantos clientes, a operadora Oi lançou a campanha “Bloqueio Não”. Com isto, todos os aparelhos são vendidos desbloqueados e os mais antigos, ainda com bloqueio, podem ser desbloqueados em qualquer loja da operadora. “Queremos que as pessoas tenham essa liberdade de escolha para utilizar o chip de qualquer operadora móvel. O aparelho desbloqueado não tem nenhum custo adicional para o cliente”, explica Rodrigo Berndt Carro, assessor de comunicação coorporativa da Oi.

 

Oi faz desbloqueio de celulares de todas as operadoras
Devido à campanha, a operadora em Aracaju está disponibilizando, no Shopping Jardins, um estande de desbloqueio de celulares de qualquer operadora móvel. “Basta trazer as xerox do RG e da nota fiscal do celular que fazemos o desbloqueio. É rápido e seguro, mas é preciso ressaltar que nem todos os aparelhos já estão disponíveis para o serviço. Alguns modelos novos ainda possuem algumas restrições”, diz o vendedor Márcio Bonfim.

 

Segundo informações da operadora TIM, os aparelhos vendidos pela mesma são bloqueados. No entanto, se o cliente tiver mais de um ano de fidelização, seja pré ou pós pago, o desbloqueio é garantido sem custos. Caso ainda não tenha decorrido um ano, o valor a ser pago pelo desbloqueio é de R$ 45.

 

O Portal Infonet entrou em contato com as operadoras Vivo e Claro, mas ambas não quiseram se pronunciar sobre o assunto.

 

Deixe a sua opinião sobre bloqueio de celular clicando no link abaixo “Comentar matéria”.

 

Por Jéssica Vieira e Gabriela Amorim

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais