BNB cria superintendência específica para agricultura familiar

0

A nova superintendência de Agricultura Familiar e Programas de Crédito Fundiário foi recentemente aprovada pela Diretoria do Banco do Nordeste (BNB), com o objetivo principal de possibilitar um gerenciamento mais centralizado e especializado do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Agroamigo e de outros programas de crédito fundiário.

 

Segundo o novo superintendente do Pronaf, Luís Sérgio Farias Machado, a agricultura familiar tem importância estratégica para o País, sendo prioridade do Governo Federal, e tendo papel fundamental na geração de renda e ocupação de mão-de-obra no meio rural da Região Nordeste.

 

Atualmente, a carteira ativa do Pronaf no BNB é da ordem de R$ 4,5 bilhões, o que corresponde a 30% do ativo do Banco relacionado ao setor rural. Em Sergipe, no ano passado foram aplicados na agricultura familiar, na forma de financiamento, pouco mais R$ 70 milhões. Para este ano estão disponíveis recursos da ordem de R$ 81,200 milhões.

 

No Brasil, o BNB é responsável por 74% das operações de agricultura familiar, segmento responsável pela produção dos principais alimentos consumidos pela população brasileira. O banco afirma que somente no Nordeste, 88,3% dos estabelecimentos rurais possuem a característica de agricultura familiar que respondem por 82,9% da ocupação de mão-de-obra no campo e por 43% do Valor Bruto da Produção Agropecuária.

Comentários