Boletim Estatístico da Previdência Social é lançado

0

O ministro da Previdência Social, José Pimentel, lançou nesta quinta-feira, 21, em Recife, o Boletim Estatístico da Previdência Social – Especial Nordeste. Esse é o primeiro boletim da Previdência que engloba somente uma região geoeconômica e contém informações detalhadas sobre os benefícios previdenciários pagos em cada um dos estados nordestinos, no mês de julho.

Em Sergipe, foram pagos, ao todo 235 mil benefícios, num total de R$ 112,4 milhões. No Nordeste, a Previdência pagou 6,9 milhões de benefícios que somaram R$ 3,1 bilhão. No Brasil, 25 milhões de segurados receberam um total de R$ 14,9 bilhões. A transferência de renda promovida pela previdência social em Sergipe é maior que o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Os dados regionais indicam que os recursos previdenciários corresponderam a mais que o dobro do repasse do FPM para o estado, de R$ 46,6 milhões, em junho.

Sergipe está entre os estados nordestinos com maior número de benefícios pagos a trabalhadores urbanos do que rurais. Em julho, dos 235 mil benefícios emitidos, 127 mil foram para a área urbana, resultando num incremento de R$ 72 milhões para a economia sergipana. Enquanto isso, os segurados da previdência na área rural receberam 107 mil benefícios, no valor de R$ 40,1 milhões.

O Boletim Estatístico aponta, ainda, que, de todos os benefícios de aposentadoria pagos no Sergipe, o maior volume é de aposentadoria por idade para trabalhadores rurais, repetindo um padrão de toda a Região Nordeste. O valor médio dos benefícios concedidos é, em sua maioria, igual a um salário mínimo. Em julho, do total de benefícios pagos, 193 mil (82%) tinham esse valor.

A taxa de participação dos benefícios da Previdência Social no Produto Interno Bruto (PIB) do estado chega a 7,54% em Sergipe, segundo dados do INSS e do IBGE de 2005, superando a média do Brasil (6,8%). Também foi importante o impacto dos benefícios da Previdência no combate à pobreza no estado. O pagamento previdenciário garantiu que 12% da população fossem resgatadas da linha da pobreza.

Para ter acessado ao boletim é só entrar no site.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais