Boquim ganha fábrica de confecções

0

Grupo Multiserv contou com os incentivos fiscais do PSDI (Foto: Vieira Neto/Sedetec)

Uma nova empreitada empresarial é algo que une coragem, determinação e apoio para se desenvolver. E o Estado de Sergipe possui grupos empresariais que têm disposição para o trabalho e que contam com o apoio do governo estadual em suas iniciativas. É o caso do Grupo Multiserv, um dos gigantes do país na terceirização de serviços, que entra definitivamente na seara industrial com a fábrica de fardamentos Confecção Industrial do Nordeste (CIN).

Contando com apoio locacional e incentivos fiscais concedidos pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia (Sedetec), através da Companhia de Desenvolvimento Industrial e Recursos Minerais do estado de Sergipe (Codise), a instalação da CIN, localizada na cidade de Boquim (a 82 km de Aracaju), se apoia também no Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI).

“O apoio do governo foi fundamental desde o início deste projeto, que começou a ser planejado em 2008. Com a cessão do espaço, passamos um ano e meio preparando o local. E iniciaremos nossa operação em definitivo já no mês de junho”, disse o gerente industrial Evair Vasco. A partir do funcionamento pleno, a CIN terá capacidade para absorver até 150 funcionários. “Mas já estamos, desde setembro do ano passado, empregando formalmente 30 pessoas, que, na verdade, estão em treinamento na empresa e já se constituíram em nossa primeira equipe”, informou Vasco.

Indústria tem a capacidade de produzir até 40 mil peças por dia

Segundo o gerente, a CIN focará o mercado de uniformes variados, mas com atenção especial para os fardamentos de empresas. “Esse é um mercado em expansão. Hoje, qualquer empresa que tenha cinco funcionários, por exemplo, já tem interesse em ter o próprio fardamento”, explica Evair Vasco.

Com capacidade para produzir até 40 mil peças por dia, entre calças, camisas e malhas, a indústria possui 100 máquinas de costura instaladas, uma moderna máquina bordadeira, capaz de realizar seis bordados de marcas ao mesmo tempo, e um sistema de corte de moldes moderno e econômico. “Com os moldes automatizados chegamos a um aproveitamento de até 92% do tecido”.

Antes mesmo do início do funcionamento comercial, a CIN já produz fardamentos para o próprio Grupo Multiserv. E isso, segundo Evair, é mais uma prova da qualidade do produto final que a fábrica é capaz de gerar. “Temos cerca de 2.500 funcionários no grupo, que atuam fardados. E não fabricaríamos nada menos do que o melhor para um cliente que também é o controlador da nossa empresa”, destaca Evair Vasco.

A durabilidade média de um fardamento depende do tipo de uso. “Se é para atuar em uma operação industrial, por exemplo, o ideal é que a troca do fardamento se dê a cada três ou quatro meses. Se for para escritório, a troca só é necessária após um ano se a empresa quiser mudar o visual. Em termos de qualidade e acabamento, o prazo pode ser maior do que isso”.

Outro ponto de destaque da instalação da CIN em Boquim, além coadunar a política de desenvolvimento do interior sergipano praticada pelo governo, é o fato de que a empresa concede treinamento gratuito através do Instituto de Desenvolvimento Profissionalizante (IDEP). “Temos 150 formados em costura e mais 100 formados em informática. Além disso, temos 600 pessoas inscritas para nossas próximas turmas, tudo inteiramente grátis”, disse Vasco. Essa prática, segundo o gerente industrial, se deve a experiência adquirida no setor de confecção.

“Quando um investimento desse porte começa, automaticamente atrai outros do mesmo segmento. Por isso nós já estamos preparando uma grande quantidade de mão de obra qualificada, porque aí ela não faltará para nós e nem para os outros”, finaliza Evair Vasco, destacando mais um dos benefícios que a chegada da CIN oferece a toda a comunidade de Boquim.

Fonte: Sedetec

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais