Caixa vai liberar mais de R$ 70 bilhões para imóveis em 2010

0

Caixa é responsável por 52% dos recursos do mercado imobiliário (Foto: Arquivo Infonet)
A Caixa Econômica Federal (CEF) deverá liberar mais de R$ 70 bilhões em 2010 em financiamento habitacional, segundo estimativa divulgada nesta quinta-feira, 9, pelo banco. Caso confirmada, a previsão significará um crescimento de cerca de 48% sobre os R$ 47,05 bilhões liberados em todo o ano de 2009. O banco é responsável por 52% dos recursos destinados ao mercado de crédito imobiliário.

A presidente da instituição, Maria Fernanda Ramos Coelho, atribuiu o aumento à política habitacional do governo e a boa conjuntura econômica do país. “São os fundamentos macroeconômicos em relação ao trabalho e a renda das famílias, que possibilitam que a gente tenha essa perspectiva não só para 2010, mas também o prosseguimento disso nos próximos anos”, declarou.

No total já foram fechados pela CEF neste ano 778.717 contratos para financiamentos de imóveis, 355.358 relativos ao programa Minha Casa, Minha Vida. No total, o programa habitacional já atingiu, segundo a  presidente da instituição, 63% da meta de 1 milhão de moradias, com 630.886 contratos.

Desses, 292.229 são referentes a habitações para famílias com renda de até três salários mínimos. Essa faixa é, no entanto, a que teve menor número de unidades entregues até o momento, com 3.588 moradias concluídas. No balanço total do programa, 160.883 unidades já estão nas mãos dos novos donos.

O vice-presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, atribuiu os números ao tempo de conclusão dos novos projetos. Segundo Hereda, uma construção nova demora de 12 a 24 meses para ser terminada, por isso ainda não houve tempo suficiente para finalizar as novas unidades.

Até o final do ano devem ser entregues mais 101.494 moradias do Minha Casa, Minha Vida, 78.086 delas para famílias com rendimento de até três salários mínimos.

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais