Cesta básica encarece e consumidores buscam alternativas

0
Preço do feijão ainda é alto e consumidores buscam alternativas (Foto:Portal Infonet)

Os dados do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene) e do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apontaram nesta semana o percentual que elevou a cesta básica de Aracaju a um dos preços mais caro do Nordeste.

A capital registrou ainda o maior índice entre as capitais na soma dos doze últimos meses. Produtos como feijão, banana e a carne são alguns dos responsáveis. Nossa equipe de reportagem conversou com alguns consumidores e comerciantes para falar sobre o assunto.

Confira na matéria:

Por Ícaro Novaes, Raquel Almeida e Daniel Assunção 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais