Cesta básica subiu até 29,31% em 2008

0

Óleo de soja e feijão registraram queda em dezembro na capital sergipana
O Dieese – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioconômicos – divulgou manhã desta quarta-feira, 7, a Pesquisa Nacional da Cesta Básica.  Em nove capitais, o custo dos alimentos essenciais registrou alta acumulada superior a 20,00% em 2008. Segundo informações do Dieese, considerando as 16 capitais para as quais existem dados para todo o ano, os maiores aumentos foram apurados em João Pessoa[29,31%], Natal [26,73%], Florianópolis [25,26%] e Fortaleza [24,61%].  As menores variações ocorreram em Belém [4,76%], Goiânia [10,61%], São Paulo [11,58%], Belo Horizonte [12,43%] e Aracaju [12,92%].

Os dados mostram ainda que em dezembro, todas as 17 localidades pesquisadas registraram alta, sendo que as elevações mais significativas verificaram-se em João Pessoa [14,71%], Aracaju [7,74%], Natal [7,45%], Porto Alegre [6,64%] e Rio de Janeiro [6,45%]. Belém, São Paulo, Curitiba e Vitória, apresentaram os menores aumentos.

Aracaju

De acordo com o Dieese, a elevada alta de 7,74% verificada para os produtos alimentícios essenciais na capital sergipana, fez com que o valor da cesta básica em dezembro, ficasse em R$ 193, 28, o terceiro maior valor dentre as capitais nordestinas onde o Dieese realiza a pesquisa.  O aumento em 12 meses foi de 12, 92% acima do aumento estipulado para o salário mínimo.

Em dezembro, oito dos 12 itens que compõem a cesta básica pesquisada em Aracaju, registraram queda: óleo de soja, feijão, banana, açúcar, carne, farinha, leite e manteiga.  O pão apresentou estabilidade e as elevações ocorreram para o tomate, arroz e café.

Fonte: Dieese/SE                       

 

 


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais