Combustíveis: Defesa do Consumidor alerta sobre alta

0
(Foto: Arquivo Portal Infonet)

O consumidor sergipano já está sentindo no bolso o aumento da gasolina. As bombas já denunciam um precinho acalorado que gira em torno de R$ 3,25 o valor mínimo, até R$ 3,42 o valor máximo em Aracaju.  Isso gera um custo maior para encher o tanque com 45 litros de gasolina.

O cálculo foi realizado pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), e levou em conta o preço médio de R$ 2,79 por litro de gasolina fixado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) e o repasse integral do valor da Cide e PIS-Cofins de R$ 0,22 na refinaria.

Quem mais sofre nesta situação é o consumidor, principalmente os que garantem o seu sustento com o uso veículos. A presidente da Associação Sergipana de Defesa do Consumidor (Asdecon), Gilsa Brito alerta que os consumidores devem ficar atentos para a variação de preços e ainda observar a qualidade do produto oferecido.

Na última quarta-feira,4, a equipe do Portal Infonet conversou com o economista Rodrigo Rocha. O economista explicou as oscilações da alta do combustível e diz quais as ações que os consumidores podem adotar na tentativa de diminuir os gastos com o abastecimento de seus veículos. Confira o vídeo.

Fonte: ASCOM/ASDECON

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais