Comércio sergipano se prepara para a Copa do Mundo

0

Comerciantes apostam nas promoções de televisores
Mesmo faltando cinco meses para a Copa do Mundo de Futebol, que acontece em junho deste ano na África do Sul, lojistas estão apostando na antecipação da exposição dos produtos relacionados à Seleção Brasileira. E o consumidor sergipano já começa a adquirir principalmente televisores, seja de tela comum ou de LCD ou de Plasma. A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) acredita que “a coqueluche” estará presente no segmento de eletroeletrônicos, com a procura por TVs, mas que os ramos de confecções, cadeiras de plástico, comidas e bebidas, também estarão em alta.

No comércio e nas grandes redes de supermercados, os produtos com vistas à Copa do Mundo de Futebol já estão expostos e os consumidores começam a antecipar as compras. São camisas, blusas, shorts e

Givaldo: “Na Copa as vendas devem estourar
bonés da Seleção Brasileira. O professor Luis Alberto Vieira Nascimento observava os televisores de LCD em um supermercado. “Ainda está muito caro”, destaca.

Em um grande supermercado de Aracaju, o vendedor Givaldo Augusto Silva disse que a procura por televisores de LCD e Plasma já é grande. “O pessoal procura mais as tvs de 32 polegadas pra cima por conta da Copa do Mundo, porque a tela é maior.  Nós estamos oferecendo várias promoções com a realização da semana do eletro e som, mas na Copa as vendas devem estourar”, espera.

Crescimento das vendas

Luis Alberto: “Ainda está caro”
A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) acredita que além de televisores, outros setores da economia começam a se preparar para a Copa, a exemplo do comércio de confecções, bebidas e cadeiras de plástico. De acordo com o diretor da CDL, Samuel Schuster, o setor de eletroeletrônico é o que já está sendo mais aquecido, por conta da procura por televisores. “A coqueluche é a venda de TVs. As pessoas menos favorecidas estão comprando Tvs comuns por pouco mais de R$ 250 e as de classe mais alta apostam na compra de LCD e Plasma”, destaca.

Samuel Schuster disse ainda que a Copa do Mundo influencia diversos setores da economia. “Vários segmentos são aquecidos, a exemplo de confecções, TVs, cadeiras de plástico, telões, comidas e bebidas”,

Vários modelos de camisa alusivas à Seleção já estão nas prateleiras
enfatiza o presidente da CDL acrescentando, no entanto, que o aumento das vendas não deve chegar aos 40%.

De olho nas promoções

Com a finalidade de conquistar os apaixonados por futebol, lojistas estão apostando nas promoções à vista e no aumento do número de parcelas para quem deseja comprar a prazo.  Os preços de um desses televisores variam de R$ 1.500 até R$ 5 mil. “Estou levando uma TV de 42 polegadas por pouco mais de R$ 2 mil, divididos em 18 vezes. Como não pude comprar no Natal, vou aproveitar as promoções para a Copa do Mundo”, destaca Luis Marcio Santana.

Camisteas do Brasil para o verão
Economistas e especialistas em Direitos dos Consumidores voltam a alertar os apaixonados por futebol. Isso para que não comprem produtos em várias parcelas, sem antes verificar a taxa de juros. “O consumidor não pode se deixar levar por taxas de juros embutidas nas parcelas e o fornecedor tem o dever de informar essa taxa e os valores à vista e à prazo. Caso isso não aconteça, o Código de Defesa do Consumidor, pune o fornecedor com a possibilidade de o consumidor desobrigar-se desse contrato”, alerta o presidente da Comissão de Direitos dos Consumidores, Winston Neil.

Por Aldaci de Souza

 

 

 


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais