Como melhor investir seu dinheiro?

0

Inflação entra timidamente no cenário econômico, dólar oscila a todo momento e o dinheiro fica cada dia mais curto para brasileiros e sergipanos que têm contas a pagar. Para alguns, a solução é se inteirar sobre a dinâmica do mercado e bolsas de valores para tentar investir e ter um capital a mais. Aprender a investir, por incrível que pareça, não é tão difícil quanto parece ser, é o que diz o especialista em Auditoria e Finanças, o contador Alaelson Cruz. 

Alaelson Cruz: o mercado imobiliário é uma boa opção de investimento

Para se ter acesso ao mercado de investimentos é preciso ter alguns requisitos para arriscar e ter lucros em cima do capital investido. O primeiro passo a ser seguido, segundo o professor Alaelson, é saber qual a finalidade do investimento e em instituição financeira aplicar. “Em qualquer aplicação, é preciso ter em mente quanto de recurso se tem, quanto tempo o dinheiro pode ficar guardado para render o montante do recurso e o risco que o investidor está disposto a correr. Para tanto, verifica-se condições de prazo, risco e recurso disponível. O ideal é que seja num banco em que já tenha contato ou que seja cliente”, explica.

Existem três fatores básicos que precisam ser observados quando for realizar o investimento: liquidez (capacidade de resgate e de transformar em dinheiro), segurança e rentabilidade. “Não é possível reunir todos os itens. Por exemplo, o capital que tem alta liquidez tem baixa rentabilidade e assim vai”, diz. Ele completa que não existe investimento 100% seguro. 

Poupança: Existem outras formas de render bem mais que a poupança 

Poupança

Poupança não é 100% seguro. “Boa parte das instituições financeiras não garante os 100% de poupança. A única que garante 100% segurança, por política de atendimento ao cliente, é a Caixa Econômica Federal. Muitas pessoas investem na poupança por falta de informação e por ser um rendimento popular, além de abrir com qualquer valor. Não é indicação para ninguém. Hoje ela rende em torno de 6% ao ano. Existem investimentos tão seguro quanto a poupança, muito mais rentável e que proporciona liquidez. Por exemplo, fundos de renda fixa e de ações”, destaca que os gerentes dos bancos podem dar todas as coordenadas para os interessados.   

Limites de capital

Cada aplicação tem um limite. “Tem aplicação financeira que pode ser feita com a partir de R$ 100, outras com R$ 1mil, R$ 10 mil ou R$ 100 mil. Tem fundo de ações, fundo de investimento. Cada valor depende da aplicação ou do banco. Quem tem um montante maior, há condições mais favoráveis. Para quem quer investir, com R$ 1 mil tem como aplicar tranquilamente e dá para ter um montante considerável. Tem aplicação nesse valor que ganha o dobro que a poupança dá sem ter tantos riscos”, destaca.

Qual a melhor opção de investimento

Para investir tem que se organizar e ter controle financeiramente

Uma das melhores opções de investimento na atualidade, segundo o professor Alaelson, é aplicar na bolsa. “A melhor aplicação financeira depende de quanto quer investir e o tempo que o capital pode ficar rendendo. A Bolsa é um excelente investimento. Mas é um investimento que pode levar ao céu ou inferno. Pode-se ganhar muito ou perder tudo. Para correr esse risco, tem que ter sangue frio, capacitação e conhecimento sobre a conjuntura econômica nacional e internacional. Não se pode comprar hoje para vender amanhã.”, ressalta.  

Além das ações, uma das melhores opções de negócios no Brasil, e em especial em Sergipe é investir no mercado de imóveis. “Está super aquecido. O melhor negócio é comprar imóvel na planta. Para quem tem pouco dinheiro não dá, mas para quem tem em torno de R$ 50 a R$ 100 mil, em um ano consegue uma valorização de 100% do seu imóvel. Localização e qualidade são fundamentais. Quem tem direito e recursos para aplicar é uma das melhores opções”, completa.

Outros investimentos não tão lucrativos são os títulos de capitalização, compra de ouro e dólar. “Os títulos de capitalização não é uma boa forma de investimento, mas a vantagem é que participa de sorteio e uma poupança forçada. Vale lembrar que investimento é ganho. Segurar dinheiro no banco não traz lucratividade”, conta, acrescentando que comprar dólar hoje, é mais como reserva de dinheiro e não investimento.

Conselho

Para investir, é preciso uma organização financeira, promover o controle ou educação financeira. Procurar também fazer orçamento mensal, controlar seus gastos e gerar poupança para poder investir. Quem tem condições de investir e recursos disponíveis, além de cautela para saber retirar os lucros no melhor momento, tem grandes chances de ver seus reais multiplicarem. E é preciso seguir um princípio básico: não precisa gastar tudo que ganha. Tem que reservar uma parte do ganho para investir no futuro.

Por Karinéia Cruz e Carla Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais