Consumo de energia em Sergipe recuou 5,4% em julho

0
O consumo nas residências chegou a 75,4 Gwh

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Energisa, (que gera e distribui energia para 63 municípios sergipanos, alcançando 96% do território do estado), constatou que o consumo total de energia elétrica no estado chegou a 176,7 Gigawatts-hora (Gwh), em julho deste ano.

Em termos relativos, o consumo total de energia elétrica foi 5,4% menor do que o consumido em julho do ano passado. Em relação ao mês imediatamente anterior, junho último, também houve queda, porém de 7,3%.

Nos primeiros sete meses do ano andante, o consumo de energia elétrica no estado situou-se 1,1% abaixo do volume consumido no mesmo período de 2016.

Consumo por setor em Julho/2017

O consumo nas residências da área atendida pela Energisa chegou a 75,4 Gwh, queda de 5,8% em relação a julho de 2016. Todavia, em relação ao mês imediatamente anterior, junho último, houve retração de 10,7%. No entanto, no acumulado do ano, o consumo ainda permanece em alta ao assinalar expansão de 0,8%.

Na indústria, o consumo (incluindo mercado cativo e livre) totalizou 66,2 Gwh, assinalando retração de 4,7%, quando comparado ao consumo registrado em julho do ano passado. Entretanto, quando comparado com o sexto mês do ano, verificou-se alta de 7,3% no consumo. Nos sete primeiros meses do ano, o consumo industrial de energia elétrica recuou 7,2%.

Para o comércio, o consumo no mercado cativo ficou em 36,1 Gwh, recuando 6% em relação ao mesmo mês de 2016.  Quando comparado com o mês imediatamente anterior a queda foi de 9,7%. Considerando o consumo em 2017, de janeiro a julho, foi observada queda de 4,4%.
No campo foram consumidos 4,7 Gwh, no mês de julho, sendo 19,3% menor que em julho do ano passado. Quando comparado com o consumo do mês anterior, notou-se baixa de 11,3%. De janeiro a julho deste ano, o consumo de energia elétrica no campo situou-se 5,6% acima do registrado no mesmo intervalo de 2016.

Fonte: Unicom/FIES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais