Copom pode elevar juros se for mantida ameaça de inflação

0

O Comitê de Política Monetária (Copom) considera a possibilidade de elevar a taxa básica de juros, a Selic, caso se confirmem os riscos de aumento da inflação. O comitê reiterou que a “atuação cautelosa e tempestiva” tem sido fundamental para cumprimento das metas.

Segundo a ata da reunião realizada no último dia 23 e divulgada hoje, 31, mesmo que a inflação esteja em linha com a meta de 4,5% ao ano, as perspectivas “estão cercadas por maior incerteza, e aumentou o risco de materialização de um cenário inflacionário menos benigno”. Nessa reunião, o comitê manteve a Selic em 11,25% ao ano.

 

“Mesmo considerando que, no momento, a manutenção da taxa básica de juros é a decisão mais adequada, o Comitê reitera que está pronto para adotar uma postura diferente, por meio do ajuste dos instrumentos de política monetária, caso venha a se consolidar um cenário de divergência entre a inflação projetada e a trajetória de metas”, diz a ata.

 

Na avaliação do comitê, o aumento da procura por bens e serviços e a possibilidade de restrições de oferta de alguns produtos podem provocar a transferência da alta dos preços no atacado para o consumidor.

 

Com informações da Agência Brasil

Comentários