Crescimento do PIB não chegará aos 3%

0

O Presidente Lula já disse que não adianta “chorar o leite derramado”. Mas, é que a situação é lamentavelmente grave. A previsão do governo para crescimento do PIB que era de 4,5% no início do ano, caiu para 4% em outubro, 3,70% em 21 de outubro e agora baixou para 3,2%.

O mercado acredita, e faz projeções emcima disso, que o aumento do PIB este ano não ultrapassará os 2,9%. Para um país gigante deste, crescer na base de 2,9% é uma covardia.

A nova projeção faz parte do relatório de avaliação de receitas e despesas, que o governo encaminha a cada dois meses ao Congresso. O documento aponta a necessidade de um corte de R$ 486,2 milhões nos gastos orçamentários. O Banco Central, porém, continua trabalhando com a hipótese de expansão de 3,5% do PIB o que é uma irrealidade.

Por Ivan Valença

Comentários