Custo da construção em Sergipe aumentou 0,8%, em janeiro

Na comparação com o mês de janeiro do ano passado, o custo registrado apresentou crescimento de 3,9%.

Análise realizada pelo Núcleo de Informações Econômicas da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES), com base nos dados do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil – SINAPI, uma produção conjunta do IBGE e da Caixa Econômica Federal, revelou que o custo médio da construção em Sergipe, por metro quadrado (m²), em janeiro deste ano, registrou aumento de 0,8%, quando comparado com o mês imediatamente anterior, dezembro último. Na comparação com o mês de janeiro do ano passado, o custo registrado apresentou crescimento de 3,9%.

Em termos absolutos, o custo médio por metro quadrado em Sergipe ficou em R$ 1.542,08, assinalando o menor custo do país no mês analisado. Logo em seguida ficou Pernambuco (R$ 1.570,89) e Alagoas (R$ 1.573,18). Por outro lado, os estados que registraram maior custo médio foram Santa Catarina (R$ 1.985,70), Rio de Janeiro (R$ 1.893,15) e Acre (R$ 1.888,46).

Composição do custo da construção de janeiro/2024

Analisando separadamente os componentes do custo da construção, verificou-se que, do valor total, a fatia de 61,0%, ou R$ 941,18, referiu-se ao custo com material, enquanto os 39,0% restantes, ou R$ 600,90, corresponderam ao custo com a mão de obra empregada.

Em termos relativos, o custo com material, no mês considerado, teve aumento de 0,5% na comparação com o mesmo mês do ano que findou (janeiro/2023), quando comparado com dezembro de 2023, verificou-se um acréscimo de 0,2%.

Quanto ao custo com a mão de obra, observou-se aumento de 9,7% em relação a janeiro do ano passado. Já em relação ao último mês de dezembro, o custo com mão de obra cresceu 1,9%.

Fonte: FIES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais