Delegados definem estratégia para reivindicar salários

0
Delegados se reúnem para definir estratégias (Fotos: Portal Infonet)

Proibidos de fazer greve por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), os delegados de Polícia Civil estão definindo estratégias para convencer o Governo do Estado a atender as reivindicações da categoria. Além de defender a isonomia salarial com os procuradores do Estado, a Associação dos Delegados de Polícia Civil de Sergipe (Adepol/SE) quer acabar com o acúmulo de funções em 27 delegacias que não possuem delegados e o descongelamento da tabela que define a gratificação concedida pelo Estado aos delegados plantonistas [Remuneração Financeira Transitórios por Atividade de Plantão].

Segundo informações do delegado Paulo Márcio Cruz, presidente da Adepol, a remuneração financeira transitória varia entre R$ 400 a R$ 600 e está congelada desde 2014. O delegado explica que o Estado de Sergipe sempre estabeleceu a isonomia salarial entre delegados de polícia, defensores públicos e procuradores. No entanto, com as mudanças na legislação proposta pelo Governo do Estado, os salários dos procuradores estão mais elevados em 35%, se comparado com a remuneração dos delegados.

Paulo Márcio destaca ainda que, além da defasagem da gratificação transitória por atividade de plantão, a Procuradoria Geral do Estado emitiu parecer autorizando o Governo a descontar a contribuição do Imposto de Renda sobre aquela gratificação. No entendimento do presidente da Adepol, a gratificação fica reduzida em 27,5%, em decorrência do desconto do IR.

Paulo Márcio: entrega de celulares e suspensão de plantões

Os delegados estão em assembleia geral definindo estratégias. Estão na pauta, suspensão dos plantões, fim do acúmulo de função nas delegacias que não possuem delegados e entrega dos aparelhos de telefone celular funcionais. Chegou a ser cogitada a possibilidade da entrega dos cargos de direção, mas a questão está sendo discutida e poderá não ocorrer para não atrapalhar o andamento de importantes investigações, segundo o delegado Paulo Márcio. Ao final da assembleia, os delegados emitirão nota oficial sobre os encaminhamentos que serão adotados.  

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais