Dia das Mães pode recuperar prejuízos de abril

0
Dia das mães é a segunda data comemorativa mais importante para o varejo (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL), a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) e o Sindicato dos Lojistas do Comércio de Sergipe (Sindilojas), três entidades representativas dos lojistas em Sergipe, aguardam que as vendas para o Dia das Mães, – comemorado no próximo domingo, 14, – recuperem as perdas registradas no mês de abril.

Os lojistas lamentam que o mês anterior as vendas tenham sido fracas, prejudicadas pelo fechamento do comércio em dois feriados, 14 e 21, e na paralisação sindical contra as reformas trabalhista e previdenciária, no dia  28 de abril.

Segunda data comemorativa mais importante para o varejo nacional,- tanto em volume de vendas como em faturamento,- o Dia das Mães de 2017 deve fazer com o que sete em cada dez (73%) brasileiros realizem pelo menos uma compra no período. Dados da pesquisa é da CNDL.

Sergipe

Para a FCDL/Sergipe, CDL/Aracaju e Sindilojas/SE, o Dia das Mães pode representar uma “leve redenção nas vendas”, com perspectiva de aumento nas compras por parte dos consumidores, sobretudo em função do poder que a data representa no contexto nacional e emocional.

“O Dia das Mães pode representar um fôlego para todos nós nesse início de maio, além do que a data figura em termos emocionais e de apelo. Todos querem presentear suas mães, sogras e mulheres dedicadas às famílias”, opina Gilson Figueiredo, do Sindilojas.

Para Edivaldo Cunha, que preside a FCDL em Sergipe com 19 CDLs associadas no estado, a possibilidade de recuperação do varejo a partir deste semestre pode significar que o Dia das Mães seja definidor para que o comércio faça uma avaliação do momento e possa confirmar ou não essa expectativa mais à frente.

“Vamos estimular os nossos lojistas a trabalhar com a perspectiva de melhoras nas vendas, por acreditarmos que a volta da estabilidade econômica pode estimular o consumidor a ter confiança e passar a comprar mais. Esperamos um bom aquecimento nas vendas”, diz Brenno Barreto, da CDL, corroborando com a opinião do seu companheiro de entidade.

Segundo estimativas do SPC Brasil e da CNDL, aproximadamente 109 milhões de brasileiros devem presentear alguém neste Dia das Mães, o que deve injetar quase 14 bilhões de reais nos setores do comércio e serviços. O pagamento a vista será o meio mais utilizado pelos consumidores, citado por 65% da amostra, sendo que em 58% dos casos o pagamento será em dinheiro e em 6%, no cartão de débito.

Por Ascom FCDL/CD/Sindilojas, com informações SPB/Brasil e CNDL

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais