Dia dos Namorados: duplicidade de presentes anima o comércio online

0
A entidade considera que a duplicidade da data pode ser um fator importante para gerar um ânimo, ainda que tímido, no setor de vendas via internet, conhecido como e-commerce (Foto: Ascom/CDL)

Apesar das medidas restritivas em relação à atividade comercial, a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), acredita que o comércio online pode ser uma boa saída para aquecer as vendas para o Dia dos Namorados, comemorado em 12 de junho. A entidade considera que a duplicidade da data pode ser um fator importante para gerar um ânimo, ainda que tímido, no setor de vendas via internet, conhecido como e-commerce.

“Não é somente o namorado que presenteia a namorada e vice-versa. As pessoas que hoje são marido e mulher, por exemplo, também cultivam essa tradição, pois são tidos como eternos namorados”, afirma Brenno Barreto, presidente da CDL.

O presidente da CDL diz ainda que as vendas online serão segmentadas, a exemplo do ramo de perfumaria, e poderão dá um ‘respiro’ a quem comercializa de maneira virtual (Foto: arquivo pessoal)

Ainda segundo ele, a data comemorativa tem um carinho estimado pelo setor. No entanto, com as lojas fechadas, não haverá uma grande projeção de impacto na economia. “Até o momento está previsto que o comércio esteja fechado até o dia 15 de junho. A data é no dia 12. Então não como há o setor, de um modo geral, usufruir desta oportunidade”, salienta Barreto.

O presidente da CDL diz ainda que as vendas online serão segmentadas, a exemplo do ramo de perfumaria, e poderão dá um ‘respiro’ a quem comercializa de maneira virtual, o que ainda não é uma grande maiora. “Infelizmente nem todos os comerciantes se prepararam para a venda através da internet. Além do mais, muitas pessoas ainda têm receio de comprar na modalidade online”, destaca.

por João Paulo Schneider 

Comentários