Dia dos Pais traz expectativa para comércio

0

Camisas são um dos itens mais preferidos para presentear os pais
Diante da proximidade do Dia dos Pais, comemorado em 10 de agosto, comerciários e lojistas traçam expectativas para as vendas este ano. As opções para presentes não fogem aos objetos mais clássicos: camisas, sapatos, sandálias, cintos e relógios formam o conjunto de itens preferidos dos filhos.

Apesar de mostrarem cautela com as previsões, muitos gerentes e empresários estão otimista com a data. O empresário Eduardo Neves, que possui uma loja de roupas em um dos shoppings da capital, revele que para o segmento de roupas masculinas, a data é considerada “o segundo natal”.

Ele revela que já preparou o estoque e a equipe de vendedores para cumprir a meta de 30% a mais nas vendas, que devem começar de forma mais expressiva a partir do dia 1º. “Temos uma expectativa boa, em 2008 nós superamos e este ano queremos que aconteça o mesmo”, diz Eduardo.

Eduardo Neves espera que vendas superem 2008 em 30%
No calçadão do centro comercial da cidade, as lojas já começam a se preparar, tanto que as vitrines já indicam a iminência da data. A previsão, segundo o gerente de uma loja de calçados, Roseclaudio da Silva, é que as vendas sejam 10% superiores a 2008. “Geralmente esperamos um acréscimo de 15 a 20%, mas este ano a economia não dá essa chance”, diz.

Presente x Preço

Mesmo em tempos de gastos mais tímidos, o vendedor Fernando Júnior acrescenta que o preço não é o aspecto determinante da escolha do presente. “É verdade que muitos vêm atraídos pela marca, mas como se trata do Dia dos Pais, eles preferem priorizar o que vão levar; alguns chegam a pedir desconto, mas não querem deixar de lado a qualidade do produto”, revela.

Por Diógenes Souza e Carla Sousa

Comentários