Dívida pública aumenta 5,1% em 2008

0

A dívida pública aumentou em 2008, mas ficou dentro da meta estabelecida pelo governo. Segundo números divulgados hoje, 28, pelo Tesouro Nacional, a Dívida Pública Federal (DPF) encerrou o ano passado em R$ 1,397 trilhão. Nos últimos 12 meses, a alta foi de R$ 68 bilhões (5,1%).

De acordo com o Plano Anual de Financiamento (PAF), a dívida pública deveria fechar o ano entre R$ 1,36 trilhão e R$ 1,42 trilhão. Amanhã, 29, o governo divulgará o novo PAF, com os parâmetros para 2009.

O aumento na dívida pública se concentrou em novembro e dezembro. Somente nos dois últimos meses do ano, a DPF subiu R$ 52 bilhões. O motivo foi a disparada do dólar após o agravamento da crise financeira internacional, que pressionou a dívida externa e a dívida interna atrelada ao câmbio.

A dívida mobiliária (em títulos) interna encerrou o ano passado em R$ 1,244 trilhão. A dívida pública externa fechou dezembro em R$ 132,512 bilhões. Somente no último mês, a DPE (que é a soma das dívidas mobiliária e externa) aumentou R$ 23 bilhões, 1,6%.

Os números foram divulgados no relatório com o resultado do Tesouro Nacional em dezembro. Os dados mais detalhados, como a composição dos títulos públicos e o peso dos indexadores que corrigem a dívida, só serão apresentados amanhã (29), quando sai o resultado da dívida pública.

A DPF considera apenas o que o Tesouro Nacional deve, sem levar em conta o que o governo tem a receber. A dívida líquida do setor público, que também abrange os recursos que o governo federal, estados, municípios e estatais têm a receber, está sendo divulgada neste momento pelo Banco Central. Com a intensificação da crise, esse indicador passou a cair porque os créditos do país no exterior aumentaram de valor com a alta do dólar.

Fonte: Agência Brasil

Comentários