Dívidas trabalhistas: juízes conciliam R$ 1,1 milhão

0

Francisco Andrade: volume de negociações abaixo do esperado (Foto: Portal Infonet)

A IX Semana de Conciliação promovida pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 20ª Região em Sergipe será encerrada nesta sexta-feira, 28, com a perspectiva de homologar acordos trabalhistas na ordem de R$ 2 milhões. Em três dias de conciliação, a Justiça do Trabalho realizou 55 audiências de conciliação e homologou 34 acordos, o equivalente a algo em torno de 62% dos entendimentos propostos.

A partir do próximo ano, a ideia é transformar esta rede de conciliação permanente por meio do Núcleo de Conciliação Permanente da Justiça do Trabalho em Sergipe. Desta forma, conforme explica o juiz Antonio Francisco de Andrade, coordenador do núcleo, as partes interessadas poderão agendar audiências de conciliação a qualquer momento.

Nesta semana, os trabalhos envolvem uma equipe formada por 13 juízes e 31 servidores da Justiça do Trabalho, que proporcionaram atendimento a 115 pessoas nestes últimos três dias. Neste período, foram homologados acordos que totalizam mais de R$ 1,1 milhão, gerando uma receita em torno de R$ 52,6 mil para a Previdência Social.

De acordo com informações do juiz Francisco de Andrade, em Sergipe, o volume gerado nas negociações está abaixo da expectativa devido ao grande volume de processos que envolvem uma rede bancária, que, no momento da conciliação, apresentou propostas bem abaixo das expectativas dos trabalhadores prejudicados.

A maior demanda dos processos trabalhistas está direcionada para segmento bancário e de telecomunicações, assim como também há empregadores de pequeno e médio porte. “Há aqueles que têm dívida porque não querem pagar mesmo, que protelam ao máximo, assim como também há aqueles que não podem ou enfrentam dificuldade para quitar os débitos trabalhistas e aguardam oportunidade como esta para negociar”, ressaltou o juiz.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais