Economia de SE recebeu R$ 308 milhões do BNDES em 2009

0

Mesmo enfrentando os efeitos da crise econômica, Sergipe foi beneficiado em 2009 com um expressivo aumento nos repasses feitos pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Por meio de contratos celebrados junto às instituições privadas do Estado, foram transferidos recursos da ordem de R$ 308,2 milhões, valor 272% maior em relação ao ano anterior, quando foi contemplado com R$ 82,7 milhões. 

O número de operações realizadas pelo banco também apresentou uma importante elevação, passando de 583 em 2008 para 1.185 no ano posterior. Os dados mostram uma elevação de 103%. Os números foram obtidos junto ao balcão do BNDES e à Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (Fies).

Os grandes empreendimentos foram beneficiados com R$ 219,9 milhões. Já o repasse para as microempresas alcançou a marca de R$ 44,9 mi, um aumento de 99% em relação a 2008. As pequenas empresas foram contempladas com R$ 30,9 milhões.
O setor de comércio e serviços foi aquele que recebeu mais recursos, R$ 233,9 mi. Logo em seguida vieram o de infraestrutura (R$ 55,5 mi), agropecuária (10,6 mi) e indústria (aproximadamente R$ 8 mi).

Operações

Das operações realizadas pelo BNDES em 2009, 784 foram promovidas junto às microempresas, o que representa 66% do total. O número é 164% superior ao registrado no ano anterior. As pequenas empresas foram beneficiadas com 262 operações, enquanto as médias e grandes empresas participaram de 95 e 44 negociações, respectivamente.

“Os números das operações contratadas pelo setor privado em Sergipe junto ao BNDES revelam a disposição das empresas para o investimento, preparando-se para o bom momento que sucede à crise econômica internacional. Anima-nos sobremaneira o fato de 2/3 das operações serem de microempresas”, ressaltou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia e do Turismo, Jorge Santana.

Fonte: ASN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais