Economista sugere pagar dívidas com parcela do 13º

0
Conselho de economista é pagar as dívidas de cartões de crédito e cheque especial (Foto: divulgação)

A data máxima de pagamento da segunda parcela do 13º salário é nesta terça-feira, 20. Com a crise que assola o país, a orientação do economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômico (Dieese), Luis Moura, é que se use esse recurso para pagamentos de dívidas.

Ele orienta que a melhor forma de usar essa renda e controlar as finanças seria não gastá-la e deixá-la para uma necessidade e/ou emergência. Mas ele acredita que com a atual situação da economia é difícil encontrar famílias que não estejam endividadas. E, sendo assim, ele aconselha que a melhor decisão é pagar as dívidas de cartões de crédito e cheque especial.

“Se a família tem alguma dívida no cartão de crédito e/ou no cheque especial a melhor opção seria pagar essa dívida. Isso porque o cheque especial cobra atualmente juros entre 8 e 9% ao mês e o cartão de 15 a 17% de juros/ao mês. Essa dívida pode se tornar uma ‘bola de neve’ difícil de ser revertida. Então, se o indivíduo tiver uma dívida e também uma folga no décimo, é bom honrá-la de forma integral”, sugere.

A explicação para dar prioridade a este tipo de pagamento, é que a pessoa se livra de uma dívida com custo alto e se habilita, em caso de necessidade, a fazer uma nova dívida. “Porque se você estiver inadimplente ou se estiver negativado não terá como obter uma nova dívida, caso necessário”, diz ele, acrescentando que pesquisas das entidades do comércio revelam que a grande parte da população usa o 13º para pagar dívidas.

Reserva

Para quem está em uma situação confortável, de equilíbrio financeiro, mas ainda não tem o hábito de poupar, Luiz Moura aconselha que aproveite a chegada do 13º salário para iniciar uma reserva e manter essa prática de economizar. “O início do ano sempre é pesado, com matrícula, material escolar, e tudo mais. Aquele que puder fazer uma reserva para esses pagamentos e se livrar de dívidas, melhor”, diz ele ressaltando que tem ciência de que é uma prática difícil já que a renda do brasileiro é muito baixa.

Luiz Moura faz algumas recomendações (foto: Portal Infonet)

Atraso

A data final para o pagamento da segunda parcela do 13º salário é nesta terça, 20, e Luis Moura aconselha que se a categoria não receber em dia, deve procurar seu sindicato e fazer uma queixa na Superintendência do Trabalho.

Adiantamento

Ao questionar o economista se vale a pena solicitar o adiantamento do 13º salário aos bancos, ele explica que a pessoa deve fazer uma conta. “Se você está endividado no cheque especial, pagando juros de 8% ao mês  e a antecipação do credito é de 3% ao mês é recomendável que você peça o adiantamento. Mas cada caso é um caso. E se for antecipar o décimo para consumir e, principalmente algo que você não precisa de imediato, não recomendo”, diz.

Por Raquel Almeida

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais