‘Efeito Pandemia’: planos de saúde têm queda de clientes em Sergipe

0
No geral, o setor manteve a tendência de estabilidade, com pequenas oscilações em relação aos meses anteriores, a exemplo do que aconteceu em Sergipe (Foto: Arquivo/EBC)

As empresas de planos de saúde também passaram a sentir os efeitos da pandemia no nosso coronavírus (Covid-19). É o que aponta os dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ASN) divulgados nesta última terça-feira, 7, partir da análise do número de beneficiários dos planos de saúde em maio deste ano em comparação com o mesmo mês no ano passado.

Segundo a ANS, em maio de 2019 o estado de Sergipe contava com 316.170 pessoas que tinham algum plano de assistência médica. Já em maio de 2020 esse número caiu para 313.690. Apesar de uma queda tímida, esse número vai de encontro ao aumento da procura pelos planos de saúde que vinham em constante crescente desde janeiro deste ano.

Cenário nacional

Ainda segundo a ANS, em todo o Brasil os planos de assistência médica totalizam 46,8 milhões de usuários na segmentação de assistência médica e 25,3 milhões na segmentação exclusivamente odontológica. No geral, o setor manteve a tendência de estabilidade, com pequenas oscilações em relação aos meses anteriores, a exemplo do que aconteceu em Sergipe.

por João Paulo Schneider 

Comentários