Eleições na Fecomércio terão chapa única

0

Abel Gomes cumprirá mandato de quatro anos/Foto: Arquivo Infonet
Estão marcadas para o próximo dia 21 de maio, as eleições para a escolha do presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio), atualmente administrada por Hugo França, que preferiu não disputar a reeleição e fazer composição na chapa de Abel Gomes, como segundo tesoureiro.

Na Fecomércio a informação é de que houve um consenso do Conselho de Representantes para que a eleição possa ocorrer em chapa única, encabeçada por Abel Gomes que cumprirá mandato de quatro anos, ou seja, até 2014.  Como são oito sindicatos filiados à federação e cada sindicato tem direito a um voto, acredita-se que o novo presidente obtenha os oito votos.

“Inicialmente a disputa seria feita por meio do registro de duas chapas, mas os representantes tanto de um lado como de outro, resolveram lançar uma chapa de consenso”, ressalta o advogado Thiago Cabral lembrando que a votação será das 8h às 14h na sede da Federação do Comércio.

Chapa

A chapa única é formada por Abel Gomes da Rocha Filho como candidato a presidente, Marcelo Oliveira [1º vice-presidente], Fernando Augusto de Moraes Silva [2º vice-presidente], Marcos Andrade [1º secretário], Edivaldo Francisco Cunha [2º secretário]. O 1º tesoureiro será Alex Cavalcante Garcez e o atual presidente, Hugo França, que abriu mão da disputa pela presidência para ficar na chapa concorrente como 2º tesoureiro.

O diretor para assuntos do comércio atacadista e varejista será Juliano César Faria Souto. O diretor para assuntos governamentais, Gilson Figueiredo. O diretor para assuntos da comunidade e serviços, Francisco de Assis Santos. Já o diretor para assuntos fiscais e tributários, Carlos Baptista Dias e o diretor para assuntos trabalhistas, Fernando Silva Barreto.

Propostas

Entre as propostas de Abel Gomes à frente da Fecomércio, estão a intensificação das atividades do Instituto Fecomércio de Pesquisa e Desenvolvimento de Sergipe e de encontros, eventos, seminários, palestras, tudo que seja em favor da defesa e do aperfeiçoamento do empresariado.

“Abel pretende ainda melhorar cada vez mais a relação com os comerciários que já é positiva e proporcionar uma gestão com a participação ativa das empresas de Sergipe. No que se refere ao Sesc e Senac [o presidente da Fecomércio também preside o conselho do Sesc e Senac], a proposta é desenvolver mais em favor da aprendizagem e do social para o comerciário”, informa o advogado Thiago Cabral.

Por Aldaci de Souza

Obs: A matéria foi alterada às 11h11 para acréscimo de informações


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais