Alta procura por enfeites natalinos anima comerciantes

0

Então é Natal! Ao menos para os comerciantes. A mais de um mês para o início das comemorações natalinas, os vendedores já festejam a alta procura pelos tradicionais enfeites desta época. Segundo os comerciantes, o aumento na procura se deve aos varejistas e atacadistas que compram os artigos de enfeite para turbinar o estoque das lojas e deixá-las preparadas para o início de dezembro.

Segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a previsão oficial de crescimento nas vendas para este ano supera o montante vendido no ano passado. A entidade diz que a estimativa para o Natal de 2019 é que o comércio arrecade cerca de R$ 35,9 bilhões, o que representa 4,8% mais do que no ano passado.

“Se em novembro estamos assim, certamente no mês que vem o ritmo deve aumentar muito”, diz a vendedora Tatiane (Foto: Portal Infonet)

“Estamos com uma alta procura desde que começamos a comercializar os enfeites”, comemora a vendedora Tatiane Guadalupe. Ela conta que o fluxo alto de vendas tem sido constante e, com isso, a probabilidade de uma procura ainda maior no mês de dezembro também anima. “Se em novembro estamos assim, certamente no mês que vem, o ritmo deve aumentar muito. Ainda mais porque tem muita gente que só deixa para comprar de última hora”, salienta.

E para aqueles que deixam para o último momento, Tatiane diz que é melhor garantir os enfeites o quanto antes. “Quando vai chegando perto do Natal, a gente fica praticamente sem muitos artigos na loja. As árvores de natal, por exemplo, vendem logo”, alerta. Ainda segundo a vendedora, a média de preço da tradicional árvore varia conforme o desejo de cada um. “Temos uma variedade muito grande na loja. A árvore tradicional custa em média R$ 250. Mas pode chegar a mais de R$ 450. Uma novidade interessante são as chamadas árvores de led. Elas já vêm prontas e custam a partir de R$ 29″, afirma.

Com tanto movimento na loja Débora até brinca. “O Natal já chegou para a gente”, diz Débora. (Foto: Portal Infonet)

A atmosfera de otimismo também está presente na loja onde Débora Amparo trabalha. Segundo a vendedora, houve um prévio planejamento para que as peças pudessem chegar antes do mês de dezembro e, com isso, despertar a curiosidade dos clientes. “Nós procuramos investir em outros enfeites para agregar ainda mais valor. Assim, temos na loja os tradicionais, como as árvores e as bolas coloridas, e também outros artigos, como papais-noéis, presépios, renas de led e brilhantes”, destaca.

Débora explica que a grande variedade de objetivos contribui para que o cliente escolha a melhor opção que cabe no bolso. “Os papais-noéis vão desde R$ 40 a mais de R$ 150. Além disso, temos as conhecidas bolinhas vermelhas, que custam a partir de R$ 15”, afirma.

por João Paulo Schneider e Verlane Estácio

 

Comentários