Empreendedores do Santa Maria aderem ao Movimento

0
(Foto: Ascom Sebrae)

Lideranças comunitárias, líderes de associações e entidades atuantes no Santa Maria têm apoiado o Compre do Pequeno Negócio, incentivando os empreendedores a participarem da iniciativa do SEBRAE. O Movimento tem sido intenso, com centenas de empreendedores acessando o hot site e realizando a adesão. Em Sergipe, já são mais de 6.030 empresas que aderiram à iniciativa.

São empreendedores como Scheila Ramos, cantora, que há três anos possui um Studio no Santa Maria e é presidente da Associação de Moradores do Paraíso do Sul. “Fiz questão de aderir ao Movimento, uma excelente iniciativa, as pessoas estão priorizando comprar dos pequenos negócios existentes no bairro, isso é ótimo, está fortalecendo o comércio local”, diz Scheila.

Para o gerente do SEBRAE, Pedro Gomes Fiscina, a participação dos empreendedores do Bairro no Movimento Compre do Pequeno Negócio é consequência do trabalho que vem sendo desenvolvido no Santa Maria por meio do Projeto de Desenvolvimento Econômico e Territorial.

“As lideranças receberam orientações sobre como replicar as informações em suas comunidades e estimular a participação dos empreendimentos nas atividades. São pessoas respeitadas e ouvidas pelas comunidades, e, como já vêm atuando junto conosco nas ações do projeto de desenvolvimento econômico do bairro, facilitou no processo de engajamento em mais essa ação, que está trazendo benefício para os pequenos negócios instalados. A participação tem sido substancial, tanto na adesão quanto na Semana de Capacitação”, explica Pedro Gomes Fiscina.

O Projeto de Desenvolvimento Econômico e Territorial do Santa Maria é uma ação da Unidade de Desenvolvimento Territorial do SEBRAE, com da apoio Fundação de Amparo ao Trabalhador – Fundat e o Centro de Referência em Assistência Social – CRAS, parceiros importantes no processo de divulgação do Movimento no Bairro. Informações com a analista do SEBRAE Marianita Mendonça, gestora do Projeto, telefones (79) 2106-7771 e 2106-7700.

O Projeto de Desenvolvimento Econômico e Territorial tem uma ação de fortalecimento da governança na região por meio de reuniões com lideranças do bairro. O foco é promover a troca de experiências, informações e ideias que possam contribuir para a criação de um planejamento de médio e longo prazo que traga impactos positivos para o empreendedorismo, a inclusão social e o fortalecimento do comércio local. Considerado o maior bolsão de pobreza de Aracaju, o bairro é composto de 16 conjuntos habitacionais e tem uma população superior a 40 mil habitantes.

Fonte: Ascom Sebrae

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais