Emprego na indústria cai 0,6% em novembro

0

O nível de emprego na indústria brasileira teve queda de 0,6% em novembro de 2008 em relação a outubro. O recuo foi o maior desde outubro de 2003, quando o emprego industrial caiu 0,7%. Já em relação a novembro do ano anterior, o resultado foi positivo, indicando aumento de 0,4%. O crescimento, no entanto, é o menor desde outubro de 2006, quando registrou alta de 0,3%.

Os dados, que foram divulgados hoje, 13, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário e indicam que no período entre os meses de janeiro e novembro de 2008 o emprego na atividade fabril acumulou um crescimento de 2,4%. Esse resultado, ressalta a nota, indica um ritmo menor de expansão do que nos meses anteriores. Nos últimos 12 meses encerrados em novembro, houve acréscimo de 2,5% no pessoal ocupado no setor. Também esse indicador mostra desaceleração no ritmo de crescimento, pois o resultado ficou abaixo do verificado nos 12 meses encerrados em outubro, de 2,8%.

O número de horas pagas teve, em novembro, a maior queda (-1,7%), em relação ao mês anterior, já observada desde o início da série, em janeiro de 2001. Na comparação com novembro de 2007, o número de horas pagas ao trabalhador da indústria caiu 0,4%, resultado que interrompe uma seqüência de 29 taxas positivas.

O levantamento mostra, ainda, que o valor da folha de pagamento do pessoal ocupado no setor encolher 2,7% frente a outubro, mas teve alta em relação a novembro de 2007 (4,1%). De janeiro a novembro, a pesquisa indica expansão de 6,3%.

Fonte: Agência Brasil  

Comentários