Empresários terão mais facilidade para abrir negócios

0
A integração foi anunciada durante uma solenidade na Jucese (Foto: Portal Infonet)

Sergipe conta hoje com mais de 40 mil empresas ativas, e mesmo com a crise econômica, esse número pode vir a crescer nos próximos anos. Com esse pensamento, o Governo do Estado por meio da Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese), integrará a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) em um sistema que agiliza abertura de empresas em Sergipe.

A integração da Sefaz na Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) por meio do Portal de Serviços Agiliza Sergipe, foi anunciada na tarde desta segunda-feira, 11, em uma solenidade realizada na sede da Junta Comercial. Segundo o presidente da Jucese, George da Trindade Gois, a ação tem como principal objetivo reduzir a burocracia e facilitar a vida dos empresários. Além disso, segundo ele, a integração diminuirá custos e incentivará o empreendedorismo, para que o empresário volte todas as suas atenções para os seus negócios e não para a burocracia solicitada.

Ainda segundo George, a ação futuramente facilitará também o fechamento dos negócios, que igualmente a abertura, necessita de uma grande burocracia. “Nesse momento a Sefaz integra a abertura, mas um ou dos meses entraremos nos outros passos, que são a baixa e a alteração”, explica.

O vice-governador do Estado, Belivaldo Chagas, acredita que os órgãos estaduais cumprem o seu papel à medida que a ação, “desburocratiza de forma integrada, e facilita a vida de todos”. Ele ainda completa afirmando que “nós precisamos gerar empregos, gerar rendas, e somente apoiando aquele que quer empreender, é que a gente vai obter o sucesso que todos nós esperamos”, pensa.

Por Yago de Andrade e Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais