Empresas começam a adotar nota fiscal eletrônica

0

Implantada há quase um mês por uma grande empresa do ramo de cigarros, a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) passa a partir desta terça-feira, 1º de abril, a ser adotada obrigatoriamente para todos os setores de cigarros e combustíveis, que comercializam seus produtos em Sergipe. Até o fim do ano, outros segmentos, como cimento, refrigerantes, bebidas alcoólicas e automóveis estarão também obrigados a emitirem a NF-e. A estimativa é de que até meados de 2009, todas as empresas sergipanas estejam inseridas na nova sistemática de emissão da nota fiscal.

O projeto da Nota Fiscal Eletrônica trata-se de um modelo de existência apenas digital, que vai substituir paulatinamente a tradicional nota fiscal de papel em todo o país. Emitida e armazenada eletronicamente, a nova sistemática tem o intuito de documentar, para fins fiscais, uma operação de circulação de mercadorias ou uma prestação de serviços, ocorrida entre as partes.

A sua implantação justifica-se pela necessidade de investimento público voltado para a redução da burocracia do comércio e dos entraves administrativos enfrentados pelos empresários do país, exigindo a modernização das administrações tributárias nas três esferas de governo.

Em Sergipe, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) vem estudando métodos para viabilizar as operações dos contribuintes que desejam voluntariamente optar pela Nota Fiscal Eletrônica. Ao adotar o modelo digital da nota fiscal, os empresários sergipanos terão uma série de benefícios, desde uma significativa redução de custos e obrigações, até a diminuição no tempo de espera dos transportadores nos postos fiscais de fronteira.

Outra vantagem é permitir ao fisco estadual uma fiscalização aprofundada e um maior controle nas ações fiscais, o que resultará numa concorrência justa entre os contribuintes. Sua implantação permitirá também o acompanhamento em tempo real das operações comerciais pelos órgãos fiscalizadores.

A introdução da Nota Fiscal Eletrônica em Sergipe deve-se ao esforço conjunto das áreas de Negócio e de Tecnologia da Secretaria de Estado da Fazenda. Sergipe, aliás, possui reconhecimento nacional na área tecnológica, fazendo a diferença também neste Projeto da NF-e, pois é o único Estado que além de recepcionar, trata as informações recebidas através do sistema eletrônico.

Fonte: ASN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais