Energia: reajuste de 11,85% não agrada

0
Consumo de energia terá aumento de 10,49% (Foto: Arquivo Infonet)

Os consumidores residenciais sergipanos vão sentir no bolso, o aumento de 11,85% da energia. O reajuste, não aprovado pelos consumidores atendidos pela Energisa, foi feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Para o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) o aumento irá impactar no orçamento do consumidor.

Em Sergipe, o aumento médio será de 11,85% para os consumidores de energia elétrica, emobra a empresa tenha solicitado 10,49%. No estado, cerca de 685 mil consumidores em 63 cidades do Estado são atendidos pela empresa.

Para o economista Dieese, Luiz Moura, o aumento irá impactar no orçamento do consumidor, contudo, explica que embora o reajuste ocorra este ano, no ano passado houve a redução de 18%. “Neste caso especifico nós tivemos uma redução de 18% no ano passando para o consumidor residencial. Como o reajuste foi de 11,85%, ele continua sendo menor do que o que vigorava em abril de 2013”, explica.

Consumidor

Glauciene Santos "Aparelhos domésticos já foram quimados por conta das quedas de energia"

“Esse aumento vai fazer diferença no meu salário. Eles reajustam, mas não investem em qualidade no fornecimento. Quando há queda de energia eu tenho que provar que a culpa foi deles. Já perdi aparelhos eletrônicos, inclusive geladeira por conta das quedas de energia”, reclama a enfermeira Glauciene Santos.

A dona de casa Olidelza Galdino usa energia elétrica para quase todas as tarefas domésticas como, assistir televisão, aparelhos da cozinha e até o uso do ar condicionado. Para ela a alta nos valores é preocupante. “Esse aumento é injusto porque a gente já paga taxas altas em muitos outros serviços”, reclama.

Ainda segundo Moura, mesmo o reajuste sendo ruim para o bolso, o consumidor esta pagando a energia mais barata do que o ano passado. “Muitos talvez não irão sentir isso porque pode ter aumentado o consumo, mas para ele verificar isso, é só olhar quanto pagou na última conta de abril de 2013 sem o reajuste e olhar quanto ta pagando agora o kWh”, orienta.

Energisa

A Energisa informou através de sua assessoria de imprensa, que embora a Energisa tivesse solicitado o aumento médio de 10,49% por cento, a Aneel concedeuo o reajuste de 11,85%. Ainda segundo a assessoria, o reajuste já foi anunciado para a população que, segundo a assessoria, será beneficiada com os investimentos feitos nos serviços.

“Até 2020 a empresa vai investir mais e 800 milhões em serviços para atender as necessidades na construção de subestação, implantação da rede elétrica, dentre outros serviços”, explica o assessor na Energisa em Sergipe, André Brito.

*A matéria foi alterada às 11h49, para correção da tarifa. 

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais