Exposição Agropecuária de Sergipe será aberta neste domingo

0

O Parque João Cleófas, em Aracaju, estará abrigando a partir de domingo, 07, a 69ª Exposição Agropecuária de Sergipe (Expoese), uma realização do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário(Seagri) e sua vinculada a Empresa de Desevolvimento Agropecuário de Sergipe(Emdagro), tendo os seguintes parceiros: Banco do Nordeste (BNB), Banco do Estado de Sergipe (Banese), Associação de Criadores do Estado de Sergipe (Faese), Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos (Ascco), Associação dos Criadores Quarto de Milha (ASQM) e a Associação dos Criadores do Mangalarga Marchador do Estado de Sergipe.

Fechando o ciclo de nove exposições agropecuárias que ocorrem durante o ano no Estado, a 69ª Exposição Agropecuária de Sergipe, que acontece no período de 7 a 14 de novembro, vai reunir em um só lugar o que há de melhor na agropecuária sergipana. Serão expostos ao público aproximadamente 450 animais de alta qualidade genética. Desse total, 134 são equinos, 100 bovinos e 220 caprinos ovinos. Além dos animais, também serão expostos equipamentos de última geração, perfazendo um total de 120 expositores.

As exposições realizadas pela Emdagro atraem um número significativo de pessoas que gostam de acompanhar as principais evoluções do ramo agropecuário em Sergipe. Por conta disso, a perspectiva é de gerar algo em torno de 1,5 milhões em negócios nos 8 dias de exposição. Além do lado econômico, as exposições proporcionam um maior conhecimento aos alunos e alunas de escolas públicas e privadas sobre tudo o que acontece no campo.

Em sua programação, a 69ª Expoese será aberta por autoridades e criadores do ramo. Ao longo dos dias acontecerão atividades como julgamento de equinos das raças de marcha e bovinos de corte; torneio leiteiro, cursos e palestras sobre caprinos, ministradas pelo Sebrae e sobre Apicultura com a Federação de Apicultores de Sergipe; a entrega de troféus aos expositores e cujos animais foram agraciados com os títulos de grande campeão, campeão e reservado grande campeão e reservado campeão. Ao final ocorrerá o desfile oficial dos animais campeões e reservados campeões.

Pró-Genética

É importante ressaltar que na 69ª Expoese, o Governo do Estado, através da Seagri, estará firmando o Contrato Pró-Genética, cujo objetivo é identificar e selecionar rebanhos melhorados de zebuínos de leite e corte, para serem disponibilizados à venda a criadores que não trabalham com animais selecionados, porém que necessitam de reprodutores qualificados.

A Pró-Genética tem também o objetivo de orientar os trabalhos de cruzamento entre animais mais produtivos, viabilizando a aquisição, pelos criadores sergipanos, de reprodutores e de sêmen de touro melhorados daquelas raças suas derivadas.

A inicictiva tem a participação da Associação Brasileira de Criadores de Zebú (ABCZ), da Associação de Criadores de Sergipe, da Federação da Agricultura do Estado de Sergipe (Faese)/Serviço Nacional de Aprendizado Rural(Senar), e dos agentes financeiros oficiais Banco do Estado de Sergipe, Banco do Brasil e Banco do Nordeste.

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura, Paulo Viana, esse acordo será relevante para os pequenos produtores de leite que hoje respondem pela maior parte do volume produzido no Estado e que enfrentam problemas advindos da fragilização dos rebanhos com a excessiva absorção de raças européias não adaptadas ao ambiente tropical, nos seus mais variados aspectos.

Ele destacou que o processo de perda da rusticidade traduz-se hoje em grave problema de ordem sanitária, nela destacando-se aqueles causados pelos carrapatos e pelo desconforto térmico agravado pela desarborização de pastagens, na contramão do aquecimento global, com implicações negativas para o bem estar animal e o desempenho produtivo e reprodutivo dos animais.

O secretário enfatizou ainda que, neste contexto, o Pró-Genética vem contribuir de forma relevante para o desenvolvimento sustentável da pecuária bovina sergipana, na medida em que possa ser implementado em bases financeiras favoráveis ao perfil dos produtores sergipanos, predominantemente pequenos.

Fonte: ASN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais