Extra abre primeira loja em Aracaju

0

Os aracajuanos terão mais uma opção para as compras a partir da primeira semana de outubro. É que será inaugurado o hipermercado Extra. A filial de Aracaju é a 76ª do país e tem uma área de oito mil metros quadrados. “Iremos desenvolver uma nova cultura de compra, de fidelização de clientes e de desenvolvimento da economia local”, afirma Paulo Ângelo Cardillo, diretor de Comercialização do Extra.

Serão vendidos no Extra mais de 80 mil itens, entre gêneros alimentícios, linha têxtil, equipamentos eletrônicos e de informática, móveis, brinquedos e pet shop. Além do hipermercado, o Extra será uma espécie de mini-shopping dotado de uma gama de opções de compras. No local terão desde lanchonetes a lojas de artigos variados, 11 no total.

 

Toda essa estrutura já está gerando mais de 1.200 empregos, diretos e indiretos. Cerca de 90% desse pessoal reside em Aracaju, 50% deles participaram de treinamentos nas cidades de Salvador, São Paulo e Fortaleza.

 

DIFERENCIAL – Qualidade no atendimento e diversidade dos produtos são marcas registradas do Extra. “Nossa seção de frios e peixaria tem qualidade e variedade exclusivas. Nenhum outro hipermercado tem uma gama de produtos marca própria tão grande como a nossa”, destaca Paulo.

 

Ele diz ainda que o Extra será o único hipermercado em Sergipe a comercializar carne homogeneizada (que obedece a padrões de qualidade afim de que a saúde do consumidor seja resguardada).

Além de uma completa linha de marcas próprias, o Extra desenvolve produtos e embalagens inovadoras e diferenciadas, que o colocam à frente até da própria indústria. Prova disso são as inscrições em braille em todas as embalagens e sabores exclusivos, o que dá a muitos produtos da marca Extra a condição de líderes ou de vice-líderes em suas categorias.

Para atender os consumidores com a máxima agilidade, o Extra Aracaju conta com 46 caixas, compostos por scanners bióticos que permitem a leitura dos códigos dos produtos com maior rapidez. O Extra Aracaju funcionará 24 horas, na Avenida Adélia Franco, esquina com a Avenida Tancredo Neves, na rótulo da DIA.


DESENVOLVIMENTO –
A chegada da rede ao Estado movimenta a produção das indústrias locais. Cerca de mil itens industrializados em Sergipe farão parte do mix de produtos comercializados pela rede. Já integram essa relação de parceria entre o supermercado e a indústria marcas sergipanas a Maratá, a Sergyene, a Guf, a Oriental, a Ondunorte e a Fabise.

 

“O fornecedor ajuda no barateamento de preços. Quanto mais saudável for a nossa relação com eles melhor será para os nossos clientes. É um troca-troca muito positivo”, afirma Paulo. Para as indústrias, os benefícios também são bastante consideráveis.

 

Um bom exemplo disso aconteceu recentemente no Ceará. Há três anos, apenas 30% dos produtos vendidos no Estado eram produzidos por empresas locais. Com a chegada do Extra esse percentual pulou para 63%. Os pequenos e médios fornecedores de Sergipe que ainda não contactaram a rede e desejarem comercializar seus produtos no Extra podem se cadastrar através do 0800-109392.

Comentários