Fábrica em Socorro demite 51 operadores

0
Trabalhadores se posicionam contra demissões (Fotos: Portal Infonet)

Ex-operadores da Escurial Revestimentos Cerâmicos realizam uma manifestação na manhã desta segunda-feira, 9, em frente a empresa. A categoria se posicionou contra 51 demissões ocorridas este mês.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Fabricação de Cerâmica do Estado de Sergipe (Sindceram), Alexandre Delmondes, nenhum dos ex-funcionários recebeu justificativa obre a demissão ou rescisão salarial. “Essa empresa já vem atrasando salário e ticket-alimentação desde 2017. Em junho, demitiu os funcionários sem procurar o sindicato para traçar negociação de pagamento das rescisões”, alegou o Delmodes.

O sindicato está protocolando ações judiciais para que os trabalhadores consigam sacar FGTS e ter acesso ao seguro desemprego, conforme o vice-presidente do sindicato. “Foram mais de 150 demissões em um ano” reforçou.

Joel trabalhava na fábrica há 21 anos

“Tem trabalhador que estava aqui há mais de 20 anos e foram demitidos sem justificativa nenhuma”, reforçou o vice-presidente. Um desses trabalhadores é Joel Rodrigues, 42. “Trabalhei aqui por 21 anos como operador de máquina. Simplesmente me demitiram. Minha esposa também está desempregada”, lamentou o ex-funcionário.

Moisés quer receber os seguros para sustentar a família

O mesmo ocorreu com Moisés Pinto, 35, que estava na empresa há dois anos. “Até a data de hoje a gente não tem um real e nenhuma explicação”, disse o ex-funcionário que tem dois filhos.

Escurial

A Escurial informou que as demissões são consequência de uma reestruturação na organização em razão de crise financeira. Segundo a diretoria geral da empresa, o Ministério do Trabalho já agendou uma reunião para o próximo dia 12 entre o órgão, os ex-funcionários e a gerência para acordar o pagamento das rescisões.

por Jéssica França

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais